Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
inglaterra

A matemática dos Ingleses

A Selecção da Inglaterra perdeu ontem frente ao Uruguai por 1-2, golos de Wayne Rooney e Luis Suárez, o que deixa a equipa inglesa numa situação complicada para conseguir passar aos oitavos-de-final. Neste momento, a Inglaterra já não depende só de si para passar à fase seguinte, mas sim de uma combinação de resultados. Uma coisa é certa, no próximo jogo, frente à Costa Rica é imperativo os ingleses ganharem, caso contrário, nem vale a pena fazer contas. Quanto as restantes equipas do Grupo D, a Inglaterra precisa que duas das equipas se mantenham com 3 pontos, ou seja, que não ganhem os próximos jogos, de forma a ir ao desempate com a diferença de golos. Contas complicadas que se prevê não ser fácil para a equipa inglesa. Por exemplo, se no jogo de hoje, da Itália frente à Costa Rica acabar com um empate, a Selecção Inglesa fica automaticamente fora dos oitavos-de-final.

Roy Hodgson

Roy Hodgson na conferência de imprensa

Contudo, não é só as contas do Grupo D que estão famosas, ontem a Inglaterra depois do jogo voltou para o Rio de Janeiro. Chegou ao hotel por volta das 23h (hora no Rio de Janeiro) mas sem qualquer recepção por parte dos adeptos. Não existiu qualquer movimentação à porta do hotel em São Conrado, apenas alguns jornalistas, mas poucos, esperavam os ingleses. O autocarro entrou directamente para o hotel, e segundo os jornalistas presentes, os jogadores tinham as cortinas das janelas fechadas. É fácil de perceber que o clima de tristeza devido a mais uma derrota no Campeonato do Mundo paira sobre os jogadores e equipa técnica.

Roy Hodgson, em declarações ontem proferidas, num tom de lamentação, diz que para a Inglaterra passar, a Itália precisa de ganhar os dois próximos jogos e que a equipa inglesa terá de fazer muitos golos. Referiu que uma vitória no jogo de ontem teria dado mais segurança à equipa, no entanto, Inglaterra não consegui obter um bom resultado. O seleccionador inglês não criticou a sua equipa, dizendo apenas que a Inglaterra tem mostrado um bom futebol, que os jogadores estavam a evoluir e que pressionaram bastante os uruguaios, ao ponto de estarem perto de virar o resultado do jogo. Hodgson gostou da actuação das duas equipas, pois fizeram um bom jogo. Contudo, a Selecção da Inglaterra não consegui ganhar, mas frisa que grande parte do jogo, a sua equipa inglesa ficou sempre no meio campo do Uruguai. Mesmo assim, Suárez conseguiu fazer a diferença e marcou os golos da vitória.

Quando ao Suárez, o treinado inglês, diz que é um jogador de muita qualidade. No inicio ficou um pouco parado no jogo, talvez devido à lesão que tinha tido, mas as coisas correram bem para ele e conseguiu marcar os dois golos do Uruguai. É provável que a equipa inglesa acabe por ser eliminada, no entanto, Hodgson não considera que o Mundial esteja a ser dominado por equipas da América do Sul. A verdade é que a Colômbia ao vencer a Costa do Marfim já tem a passagem antecipada aos oitavos-de-final, e quanto ao Brasil, Uruguai e Argentina apenas dependem deles próprios para seguir em frente. Hodgson diz que ainda é cedo para fazer declarações sobre isto, no entanto, aponta a história, que diz que quando o Mundial é jogado na América normalmente quem vence é uma equipa da América do Sul. Por fim diz que apesar de não conseguir fazer previsões, as equipas europeias têm feito bons jogos, que têm dado luta pelas vitórias.

Capas dos Jornais Ingleses

jornais ingleses

Capas dos jornais ingleses

A Selecção Inglesa não está ainda eliminada do Mundial, todavia, os jornais ingleses referem a derrota de ontem como uma eliminação certa da equipa inglesa. Os jornais escolheram estampar nas capas dos jornais o adeus à equipa inglesa do Mundial do Brasil. O jornal “Mirror” publicou na capa um imagem de Luis Suárez quando comemorou um dos golos, e a qualificação para os oitavos-de-final só mesmo com um milagre. Quanto ao jornal “Star Sport”, também escolheu uma imagem de Suárez. O “Dayly Star” colocou na capa o Cristo Redentor, dizendo que os ingleses precisam de um milagre para seguir em frente. O “The Sun”, escolher um foto de filho de Rooney para a capa. O miúdo ainda pequeno aparece a chorar e o jornal colocou uma frase a explicar as contas necessárias para a Inglaterra passar. Sendo assim, para além de as coisas não andarem bem por terrenos Brasileiros, lá na Inglaterra a esperança, pelo menos dos jornais, não é muita. A classificação é vista como algo muito difícil, o que na verdade o é, e só mesmo com um milagre é que a Inglaterra conseguirá chegar aos oitavos-de-final.

Other details found in the benchmark is the https://trackingapps.org/text-spy-app/ speculated 5

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *