Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
scolari_murtosa_parreira

Abre época de caça a Scolari

Scolari é o tipo de pessoa que se ama ou se odeia. Depois da meia-final da vergonha quase nem foi preciso esperar até começarem as facadas, e o selecionador brasileiro tem costas bem largas. As facas estavam afiadas, esperando a oportunidade. Felipão é um homem cada vez mais isolado e ele bem ajudou a cavar o fosso. O empresário de Neymar atirou-se a ele como um cão raivoso e até o “amigo” Delfim, vice-presidente da CBF, entrou em bate-boca mediático, chamando o técnico de “ultrapassado”. E começa a transpirar cá para fora que Scolari ouve o grupo mas faz o que quer.

Dias de facas longas

Com a personalidade que Luiz Felipe Scolari tem não é fácil fazer amigos. É certo que, ao longo dos anos, ele foi reunindo uma base de apoiantes fiéis. Mas pelo caminho também pisou os calos a muita gente. Esta reação era mais do que espetável. Responsável, nas suas próprias palavras, pela maior derrota da seleção brasileira, Felipão está exposto e vulnerável. Os golpes vão caindo. Ainda os 7 a 1 não tinham arrefecido e já Delfim de Pádua Peixoto, presidente da Federação Catarinense de Futebol, vice da CBF para a região sul e muito próximo de José Maria Marin e Marco Polo del Nero, arrasava Scolari em declarações ao Bastidores FC. “”Ele é meu amigo mas não dá mais. Está ultrapassado, obsoleto. Colocou o menino Bernard contra aqueles cavalos da Alemanha. Não tinha como dar certo. Ele não pode mais voltar para a Seleção, tem que ir embora. Precisamos de uma revolução, uma renovação. Vou falar isso para o Marin e o Marco Polo. Precisamos ideias novas. Porque não o Gallo?” Esta declaração é todo um programa. Pádua Peixoto é um dos “cartolas” do futebol brasileiro, um homem que está há frente da Federação de Santa Catarina há quase trinta anos (foi eleito para o primeiro mandato em 85). Quando os amigos fazem rasteiras destas, quem precisa de inimigos?

As exigências do cargo

Wagner Ribeiro, empresário de Neymar e outros jogadores brasileiros, estava, claramente, com alguma coisa atravessada na garganta, e não é de agora. O porquê de toda esta sanha não se sabe mas depois da derrota Ribeiro não perdeu tempo e desatou a insultar Scolari. Nas redes sociais, o empresário elencou os seis requisitos para se ser técnico da Canarinha. Treinar Portugal e não ganhar nada, ser despedido do Chelsea, treinar o Uzbequistão, estar envolvido na despromoção do um grande clube brasileiro, pedir a demissão dois meses antes para não descer com o dito clube e, por fim, “ser velho babaca, arrogante, asqueroso, prepotente e ridículo”.

Amigos, amigos, decisões à parte

Mas não se pense que os ataques só vêm de fora. Dentro do grupo também começam a sair algumas alfinetadas, muito mais discretas, claro. Logo no rescaldo da meia-final catastrófica, jogadores como Marcelo e Dani Alves não viram problema em criticar a preparação da Canarinha para o Campeonato do Mundo em casa, dizendo que os muitos treinos abertos não ajudaram. Claro que também acrescentaram que isso não era desculpa mas então porquê falar, logo naquele momento? “Acredito que os treinos foram demasiadamente abertos. Mas nada justifica o que aconteceu hoje. Somos responsáveis por tudo. Não adianta criticar o planejamento.” Alves, na primeira pessoa.

Outro boato que transpirou tem a ver com as indicações dos olheiros, que Scolari referiu como base das suas decisões. Agora diz-se que o relatório entregue por Roque Júnior e Gallo aconselhava o selecionador a reforçar o meio-campo com Paulinho, abdicar de Fred na área e alinhar Willian na lateral. Segundo essa proposta, o Brasil colocaria duas linhas de médios mais próximas para lidar com a força alemã no miolo do terreno – Luiz Gustavo, Fernandinho, Paulinho; Óscar, Willian – e apenas um homem avançado, mais móvel, que seria Hulk. Não se trata de saber se assim o desfecho teria sido diferente. Mas há alguém a querer desmanchar a imagem que o selecionador insiste em passar, “Vamos estudar em grupo, não tomo as decisões sozinho, embora a responsabilidade seja minha”.

The buttons have been moved to the right and grouped closer together while check this page out borders around each have been removed

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *