Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Honduras x Suíça

Adeus Honduras

Fez ontem exactamente quatro anos que, em 2010, na África do Sul, a Selecção da Suíça foi eliminada do Mundial após empatar 0-0 com as Honduras no último jogo da fase de grupos.

Ontem porém, a Selecção da Suíça teve a rara oportunidade de jogar com a mesma selecção que a tinha impedido de passar aos oitavos de final em 2010, e não encarou as coisas de animo leve, goleando os hondurenhos por 3-0, naquele que foi o jogo mais visto do Mundial 2014, na Arena Amazónia, até à data -mais de 40.000 pessoas. Parece que superaram o trauma. Claro que para isso contaram com a ajuda do jogo entre a Selecção da França e do Equador, que jogaram também ontem, no mesmo horário do jogo dos suíços e dos hondurenhos, e acabaram com o jogo empatado por 0-0.

Quem parece não ter gostado muito da vitória dos suíços, foi, obviamente, a Selecção das Honduras, que teve uma das piores prestações na série de grupos, com oito golos sofridos, apenas um marcado, e sem ter vencido qualquer jogo.

“Faltou tudo. Faltou-nos inteligência e não soubemos organizar o jogo. Temos de saber perder, levantar a cabeça e seguir em frente.” – disse o guarda-redes das Honduras, Victor Bernardez.

Até o principal jogador da equipa, Wilson Palacios, que tinha ficado um tempo sem jogar após ser sancionado pela FIFA – depois de ter sido expulso no jogo contra a França – manteve o mesmo tom crítico no seu discurso.

“Faltou ordem e faltou a fome de querer ganhar. Fizemos muito na segunda parte. Sim, melhorámos muitíssimo no segundo tempo, chamámos a atenção, mas não foi suficiente, porque a Suíça superou-nos na primeira parte.” – desabafou.

Com uma das prestações mais pobres do Mundial 2014, a Selecção das Honduras chega então à recta afinal da competição e fica-se pela fase de grupos, de onde rumará de volta a casa.

 Adeus Reinaldo Rueda

Ainda ontem decorreu o jogo em Manaus, e as consequências do jogo entre a Suíça e as Honduras já estão a dar sinais de vida.

A má prestação das Honduras no Campeonato do Mundo já provocou a primeira mudança na equipa da América Central para os próximos anos.

Após perder os três jogos no Grupo E, o seleccionador, Luis Suárez, deixa o cargo de treinador. A decisão foi anunciada pelo próprio na conferência de imprensa que teve lugar logo após o jogo de ontem.

“Há cinco minutos atrás decidi deixar o meu lugar na Selecção das Honduras como seleccionador. Não estou a renunciar, simplesmente o contrato acabou e sinto que devo seguir em frente. Vou seguir em frente e procurar estar sempre informado sobre a equipa. Vou com a alma e em paz, e isso é bom.” – afirmou Suárez.

Mesmo sem conseguir nenhum ponto no Mundial, Suárez mostrou-se feliz com o trabalho feito nos últimos anos, e agradeceu o apoio de todos.

“Estou feliz com o que foi feito durante todo este tempo. Sou muito grato ao povo das Honduras. Para o meu bem, e do país, é melhor eu sair.” – disse.

Sobre o último jogo das Honduras no Mundial 2014 o seleccionador teve apenas a declarar que a equipa tinha poucas hipóteses de vencer contra a Suíça, embora tenha elogiado a prestação da selecção na segunda metade do jogo.

“Sinto que jogámos bem na segunda parte do jogo, mas estávamos sob pressão porque tínhamos de marcar. Faltou-nos futebol e intensidade.” – concluiu.

Internet filtering is balancing act for many www.college-homework-help.org schools,

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *