Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Arena Amazónia

Arena Amazónia

Sede Manaus

Flyer Cidade Sede – Manaus

O Estádio Arena Amazónia, obra do arquitecto Ralf Amann, localiza-se no estado brasileiro de Manaus onde ocupa o lugar do velhinho Estádio Vivaldo Lima, bem situado na principal avenida de Manaus, paredes meias com o Sambódromo, com a Arena Polidesportiva e com o Centro de Convenções de Manaus. A restante área envolta é recheada de hotéis, restaurantes e zonas comerciais, o que agrupado à proximidade com o pulmão do mundo – floresta Amazónia, se torna bastante atractivo tanto em termos desportivos como em termos culturais. Com capacidade para 44.000 pessoas, a Arena Amazónia tem uma arquitectura baseada na envolvência natural de Manaus, sendo a sua estrutura exterior uma imitação dos cestos de palha usados na região.

História do Estádio Vivaldo Lima

Esta estrutura vem substituir o histórico Estádio Vivaldão, onde apesar existirem 43.000 lugares, apenas eram permitidas assistências máximas de 31.000 pessoas em jogos de futebol. O antigo estádio de Manaus teve inicio de construção na década de 50, depois de Vivaldo Palma Lima e Plínio Ramos Coelho terem idealizado um grande estádio onde poderiam assistir aos jogos do seu clube – Nacional FC. Porém a construção desta estrutura apenas arrancou em 1955, já após a morte de Vivaldo Lima, quando Plínio Ramos Coelho foi eleito governador do estado de Manaus. Depois de preparado o solo que iria dar lugar ao novo estádio da região a construção da obra esteve parada durante muito tempo, sendo apenas retomada em 1964 já sob a alçada do governador Arthur Cézar Ferreira, que imediatamente contratou o arquitecto Severiano Porto para construir o “maior e mais bonito estádio da região”.

Depois deste súbito desenvolvimento as obras foram continuadas a baixo ritmo, pelo que aquando da inauguração do estádio em 1970 este estava ainda inacabado. No ano seguinte o Futebol Clube do Porto tornar-se-ia no primeiro clube estrangeiro a pisar o relvado do Estádio Vivaldo Lima, disputando logo dois jogos, frente ao Nacional e ao Fast Club.

O Arena Amazónia

O novo estádio, cujo orçamento de construção ronda os 160 milhões de euros, foi totalmente construído sob o abrigo do protocolo ambiental LEED – sigla inglesa para Liderança em Energia e Design Ambiental, pelo que 95% dos materiais removidos do antigo Vivaldão foram reutilizados na construção do Arena Amazónia ou doados a outros estádios da região. A recente e inovadora estrutura conta também com um sistema de painéis solares e um sistema de tratamento de águas pluviais, que será depois canalizada para os balneários e até mesmo para o sistema de rega do relvado.

Depois do Mundial

Estádio Vivaldo Lima

O antigo Estádio Vivaldo Lima

Depois do Mundial este estádio servirá de palco para jogos internacionais e competições como a Taça do Brasil, Série D do campeonato brasileiro e Campeonato da Amazónia, onde o Nacional Fast Club, Nacional Futebol Clube, Atlético Rio Negro Clube e o Sul América serão anfitriões.

Rating 7 out of 10 related posts 10 mac apps your grandparents will love 5 outliner apps for mac compared tree a new dimension in outlining popular posts www.besttrackingapps.com/ christmas giveaway day 4 forklift mac

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *