Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Desalento na derrota

Argelinos desalentados com a derrota

Acabou o Mundial para a selecção da Argélia. Num jogo bem disputado onde teve que ir a prolongamento, a Argélia foi lutando até onde conseguiu e certamente não envergonhou ninguém, antes pelo contrário. Os Argelinos disputaram o jogo cara a cara com a selecção da Alemanha. A figura do encontro, nomeado pela FIFA como o melhor jogador em campo, foi o guarda-redes da Argélia, M’Bolhi, que fez grandes defesas e foi mantendo a bola longe da sua baliza até ao minuto 92″ de jogo, onde sofreu o primeiro golo da Alemanha. M’Bolhi, com um semblante de desilusão por ter ficado nos oitavos de final, na conferência de imprensa, referiu:

Rais Mbolhi melhor em campo

Rais Mbolhi, guarda-redes, recebe prémio, melhor em campo

“Escrevemos a história do futebol argelino e isso é muito bom. Temos base para continuarmos. Vimos que a Argélia é capaz de jogar a alto nível. Este Mundial vira referência para o nosso futuro. Não tem segredo, é esforço. É o trabalho. O que faltou, para avançarmos mais, não sei.  Havia hipótese de ir adiante, embora ninguém acreditasse em nós”. Palavras do guardião da Argélia que estava triste pela derrota da sua  selecção.

A Argélia escreveu história neste Mundial, onde se destacaram alguns jogadores, em especial o goleador Slimani. Os Argelinos saem deste Mundial satisfeitos e terão a partir de agora uma palavra a dizer em grandes competições, jogando a um grande nível e com muita disciplina e orientação. A Argélia foi uma das equipas revelação deste Mundial, onde seguramente os jogadores argelinos irão ter outra cotação no mercado. A imprensa internacional ficou deliciada com a prestação da equipa frente à Alemanha.

O treinador da Argélia Halilhodzic, não compareceu na conferência de imprensa depois do jogo. Devido a esse facto, os jornalistas deduziram que este foi o último jogo do Bósnio à frente da selecção da Argélia. Contudo, e não obstante, alguns jogadores despediram-se do técnico e agradeceram os quatro anos que estiverem  juntos, onde todos aprenderam muito. A opinião é unânime, o técnico fez um belíssimo trabalho.

Apesar da qualificação da selecção da Argélia para o Mundial do Brasil, o técnico Bósnio, foi muitas vezes contestado pelos jornalistas argelinos durante grande parte do seu mandato, onde terá sido alvo de críticas e desaforos.

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *