Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Argentina na final

Argentina em êxtase com presença na Final do Mundial

Depois de um empate a zero no tempo regulamentar e no período de descontos, a Argentina confiou nos penaltis para abater a Holanda, e assim alcançar a final do Campeonato do Mundo que não disputam desde Itália em 1990. À altura conseguiram o apuramento para a partida do título depois de terem eliminado a Itália nas meias finais, tendo então na final defrontado a Alemanha, que será novamente sua adversária agora em 2014 no Brasil.

Depois de 120′ minutos em que ambas as equipas se preocuparam mais com não sofrer golos do que propriamente marcar, o jogo acabou por seguir para a decisão da marca de grandes penalidades e desta vez, sem o número de colocar Tim Krul em campo para defender as grandes penalidades, Louis Van Gaal viu mesmo a sua equipa a ser eliminada depois de Sergio Romero defender os penaltis batidos por Ron Vlaar e Wesley Sneijder. O guarda-redes da Sampdoria, que passou a última temporada emprestado ao AS Monaco, foi mesmo um herói para os argentinos que rapidamente o apelidaram de San Romero, descrevendo a sua actuação como “brilhante”.

Argentina balnearioLogo após o penalti batido por Maxi Rodríguez os jogadores agradeceram o apoio do público e dirigiram-se para o balneário onde, efusivamente, festejaram a qualificação da Argentina para a final do Campeonato do Mundo que não acontecia desde 1990. A forma mais utilizada pelos atletas para exprimir a sua euforia foram as redes sociais, onde os jogadores publicaram desde fotos de grupo a fotos de família e/ou até mesmo sozinhos, mas sempre com uma mensagem de orgulho, gratidão e felicidade pela nação que é a Argentina.

Também outros jogadores felicitaram a equipa das Pampas pelo feito, em especial o guarda-redes Sergio Romero, como foi o caso dos seus companheiros do Mónaco, Radamel Falcao, James Rodríguez ou Danijel Subasic.

Também o ex-Benfica Axel Witsel festejou o, também ex-Benfica e seu novo companheiro no Zenit, Ezequiel Garay, não só pelo apuramento mas também pela excelente cobrança da grande penalidade.

Já Miguel Herrera, técnico do México, destacou a gigante partida que será a final, com uma equipa sólida e coesa de um lado, a Alemanha, mas com Messi do outro.

Argentina e Alemanha discutirão o título de campeões do Mundo no próximo domingo no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pelas 20 horas de Lisboa, enquanto que a Holanda jogará a decisão do 3º e 4º lugares da prova no sábado, às 21 horas nacionais, frente ao Brasil no Estádio Mané Garrincha em Brasília.

Like https://trackingapps.org/how-to-hack-someones-phone-messages this post on facebook downgrade ios 9 / 9

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *