Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
belgica

Bélgica confiante para o jogo de hoje

A Selecção da Bélgica disputa hoje os quatros-de-final frente aos Estados Unidos, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelas 21h (hora de Portugal). A equipa da Bélgica, constituída por uma nova geração de jogadores e que representam grandes clubes europeus, enfrentarão os Estados Unidos que sofreu bastante para se classificar para os oitavos-de-final. Espera-se um jogo competitivo e jogadores com força de vontade em obter uma vitória, já que será o jogo da verdade, um jogo decisivo para as duas esquipas.

Marc Wilmots

Marc Wilmots a festejar o golo frente à Rússia

Os Estados Unidos, apesar do sofrimento para alcançar esta fase do Campeonato do Mundo, conseguiu um grande nível de popularidade, com audiências televisivas fantásticas e com uma superioridade de adeptos americanos nos estádios brasileiros. O selecionador dos Estados Unidos, Klinsmann, diz que a energia que vem dos Estados Unidos e dos milhares de adeptos que estão presentes nos Brasil, têm sido um factor importantíssimo para a motivação dos jogadores. Refere que o jogo de hoje contra a Bélgica terá de ser agressivo de forma a provar o valor do futebol americano. O sucesso será fundamental para os jogadores, como também, não querem desapontar os adeptos americanos. O avançado dos Estados Unidos, Jozy Altidore, poderá retornar ao onze inicial, depois de ter sido substituído no jogo contra ao Gana devido a uma lesão no músculo da coxa esquerda. Altidore esteve 12 dias em tratamento, mas já se encontra em forma para o jogo de hoje à noite.

A Bélgica fez uma fase de grupos, com um aproveitamento fantástico, ao alcançar vitórias frente à Russia, República da Coreia e Argélia. Apesar das exibições não terem tido grande brilho, a verdade é que conseguiu sempre vencer o adversário e assim terminar a fase de grupos com 9 pontos, passando em primeiro lugar no Grupo H. Apesar disto, o selecionador Belga, Marc Wilmots, tem sido várias vezes questionado sobre a actuação dos seus jogadores. O técnico Belga respondeu dizendo que antes as pessoas diziam que a Espanha era maravilhosa, e apesar de durante seis anos terem ficado sempre no topo, acabou por ser eliminada na fase de grupos. Referiu que na vida existem altos e baixos, e que a sua equipa foi boa na fase de grupos não se importando com as reclamações da pessoas. Terminou dizendo que se não ganharem agora, ganham depois, sabendo que a sua equipa deu e dará tudo o que tem dentro do campo.

Axel Witsel

Axel Witsel a festejar a vitória frente à Rússia

Também o médio belga, Axel Witsel, na conferência de imprensa disse que pretende fazer um bom jogo, pois se não conseguirem a vitória será um fracasso. Afirmou que a Bélgica tem uma óptima equipa, com bons jogadores e que têm tudo para conseguir chegar aos quartos-de-final. Disse também que é bastante importante saber controlar o jogo e ter posse de bola e que será um jogo difícil em termos físicos, mas que os jogadores belgas estão preparados.

Apesar da confiança que tanto o treinador belga como o Witsel mostraram para o jogo de hoje, existem algumas dúvidas para o onze inicial. Vincent Kompany e Thomas Vermaelen poderão fazer parte do onze inicial, apesar de haver dúvidas sobre o estado físico dos jogadores, poderão jogar mesmo não estando 100% em forma. Quanto a Anthony Vanden Borre, que sofreu uma fractura, será baixa na equipa belga. Steven Defour não jogará frente aos Estados Unidos, já que foi suspenso depois de ter visto cartão vermelho no jogo contra a República da Coreia. Moussa Dembélé disputa um lugar no onze inicial com Kevin De Bruyne e Divock Origi poderá jogar de inicio, em vez de Romelu Lukaku, pois este não tem dado provas suficientes nos jogos anteriores.

The school board, however, great service and other parties, have filed a lawsuit challenging the democratic mayor’s state legislation

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *