Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Brasil x Portugal

Resumo: Brasil – Portugal

Primeira nota: que grande primeira parte!

Segunda nota: acabou por ser um jogo de risco ao meio. Uma grande primeira parte e uma mediana segunda.

Numa altura em que a selecção do Brasil se passeia pelo mundo a fazer jogos de preparação, pois está apurada para o Campeonato do Mundo em virtude de ser a anfitriã e, portanto, não ter a pressão do apuramento, encontra a selecção de Portugal, que vive uma situação de aperto, nesta mesma caminhada, após ter sido relegada para o segundo lugar do seu grupo e depois de ter suspirado de alívio na Irlanda do Norte, e ambos se puseram a lançar perfume.

O Brasil aparecia com a nova estrela, Neymar. E a verdade é que o jogador não deixou ficar as expectativas por mãos alheias. Mostrou toda a sua classe, e o porquê de ter custado mais de 50 milhões de euros, e marcou um golo no culminar de uma bela jogada em que parte do meio-campo e faz todo o caminho até à baliza de Rui Patrício, reduzindo a defesa portuguesa a meros assistentes da sua gloriosa caminhada.

Brasil x Portugal

Portugueses e brasileiros na festa do futebol

A selecção portuguesa, por seu lado, não levou a sua estrela maior, Cristiano Ronaldo, queixoso de uma dor e que entretanto já está em Madrid a preparar o jogo do próximo fim-de-semana. No entanto, surpreendeu com a utilização de Nelson Oliveira, por troca com Hélder Postiga que irá falhar o próximo jogo oficial.

Nas bancadas do Gillette Stadium, em Boston, onde estiveram mais de 50 mil espectadores, num campo onde habitualmente se joga Futebol Americano, vivia-se um ambiente de festa, entre brasileiros e portugueses que, em especial na primeira parte, parecia contagiar os jogadores no campo

Primeira Parte

A selecção brasileira começou muito pressionante, mas rapidamente a selecção portuguesa equilibrou o jogo. Não se limitou a bloquear as investidas brasileiras, mas a disputar o jogo, de igual para igual, e a levá-lo por todo o campo. Durante a primeira meia-hora, o jogo foi muito rápido, jogado taco-a-taco, com as jogadores constantemente à frente de Rui Patrício e de Júlio César. Um ritmo de jogo muito elevado e que, por várias vezes, poderia ter dado golo para qualquer uma das selecções.

Brasil x Portugal

Raul Meireles marcou um belo golo de oportunidade

A sorte, fruto da perseverança, acabaria por sorrir aos portugueses, quando, ao minuto 18, Raul Meireles antecipa a jogada e, aproveitando um mau atraso de Maicon, faz um lindíssimo golo. Mais uma vez, Portugal começava por vencer o Brasil. Só que, tal como na última vez, também aqui foi sol de pouca dura e, 8 minutos mais tarde, o defesa Thiago Silva, respondendo a um canto marcado por Neymar, repõe a igualdade.

A partir desta altura, e se bem que o jogo continuasse aceso, com ambas as equipas a forçarem as defesas a grande atenção, o Brasil começou, aos poucos, a marcar a velocidade do jogo, dominando na capacidade de passe, chegando, rapidamente e com muita facilidade à baliza de Rui Patrício. E foi assim que, numa recuperação de bola a meio do campo, Neymar faz uma corrida imparável, passando por vários jogadores portugueses e marcando aquele que seria o golo da noite. O Brasil dava a volta ao resultado em 10 minutos.

Até ao intervalo ainda houve tempo para mais alguns sobressaltos para ambos os lados, mas com o aproximar do minuto 45 o jogo começou a ficar um pouco faltoso.

Segunda Parte

No início da segunda parte, o Brasil apresentou-se mais forte e a dominar. Logo ao minuto 49, após um passe de Neymar, Jô faria o terceiro golo para a equipa canarinha. A partir desta altura, o jogo passaria a ficar com um ritmo muito mais baixo do que na primeira parte. E começa a descaracterizar-se. São as inúmeras substituições, para ambos os lados, e as constantes faltas. No entanto, percebe-se que a selecção brasileira tem o jogo dominado, aparecendo, fugazmente, a selecção portuguesa a dar um ar da sua graça, nomeadamente através de jogadas individuais.

Brasil x Portugal

Neymar marcou o melhor golo da noite

É forçoso referir que na selecção nacional sentiu-se, e muito, a falta de Cristiano Ronaldo, em especial nesta segunda parte. Nani, que acabou por fazer o papel que normalmente cabe a Ronaldo, e se bem que tenha tido um jogo positivo, esteve na perda de bola que deu origem ao segundo golo do Brasil, e ainda não está na sua melhor forma. Também João Moutinho, que o ano passado fora um dos grandes responsáveis pelo trajecto glorioso do Futebol Clube do Porto na 1ª Liga de Futebol, acabou por ser uma sombra de si mesmo.

De referir, também, que nesta segunda parte o jogo se tornou muito faltoso e levou muitos jogadores a ficarem amarelados. Bruno Alves que também viu o cartão amarelo, escapou à expulsão por o arbitro não ter visto uma cotovelada que o central português deu em Neymar.

Aquele que parecia ser um grande jogo acabou por sê-lo só por metade. A uma grande primeira parte, sucedeu-se uma segunda mediana. O Brasil sentia que, bastava acelerar um pouco o jogo para Portugal tremer. É que as pernas pareciam ter ficado nos primeiros 45 minutos.

De qualquer forma acabou por ser um jogo agradável e o resultado ajusta-se ao que se passou no relvado. Relvado esse que levou um tapete novo, de relva natural, só para receber duas das mais interessantes selecções de futebol do Mundo.

Ficha do Jogo

Equipa do Brasil: Guarda-redes – Júlio César; Defesas – Maicon, David Luiz, Thiago Silva, cap. (24′) e Maxwell; Médios – Luiz Gustavo, Ramires (59′ Oscar) e Paulinho (82′ Henrique); Avançados – Bernard (67′ Hernanes), Jô (75′ Pato) e Neymar (88′ Lucas).

Equipa de Portugal: Guarda-redes – Rui Pereira (69′ Hélder Postiga); Defesas – João Pereira, Pepe (45′ Neto), Bruno Alves, cap. e Fábio Coentrão (53′ Antunes); Médios – Miguel Veloso, Raul Meireles (18′) e João Moutinho (58′ Rúben Amorim); Avançados – Vieirinha (83′ Licá), Nelson Oliveira e Nani.

The only thing you’ll have to worry about is that gut-wrenching moment when you have come to the final episode of that new series you fell in love with when cellspyapps.org/track-someones-phone/ you should have been studying for finals

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *