Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
chile

Chile vence com queixas australianas

Ontem, no confronto do Chile com a Austrália, a Arena Pantanal parecia mais o Estádio Nacional de Santiago, no Chile. Milhares de adeptos chilenos cantaram bem alto e à capela o hino nacional e encheram a Arena Brasileira de vermelho, tudo para apoiar a sua equipa. Claro que, também se viam algumas camisolas dos Socceroos, mas a superioridade chilena nas bancadas era enorme. Os cerca de 20 mil adeptos que conduziram do Chile para Cuiabá, deram todo o apoio possível e mais algum aos seus jogadores.

Os jogadores retribuíram todo o apoio dos adeptos, marcando logo aos 12 minutos, golo de Alexis Sánchez. Dois minutos depois, foi a vez de Jorge Valdívia marcar o segundo golo. Valdívia, jogador do Palmeiras diz que se sente bem no Brasil e conseguiu ver nas bancadas alguns adeptos do Palmeiras que se encontravam no estádio para o apoiar. Depois de marcar o golo, Valdívia agradeceu todo o apoio dos adeptos, chilenos e da equipa que representa. O jogador diz estar muito feliz com todo o apoio e que os adeptos o fizeram sentir como se estivesse no Chile e no Brasil. Este não foi o último golo do Chile, o apoio que tiveram e a força dos jogadores em mostrar um bom futebol, deram garra ao jogador Jean Beausejour para fazer o terceiro golo, já passava do minuto 90.

Se o jogadores queriam agradecer a todos os adeptos, então os três pontos que arrecadaram neste primeiro jogo, fez com certeza, a felicidade de todos os chilenos.

O selecionador chileno, depois desta vitória de 3-1 contra a Austrália, é cauteloso a avaliar a Espanha, que será a sua próxima adversária no Grupo B. No entanto, diz que acredita na vitória frente aos espanhóis, que tem grandes possibilidade de vencer e assim passar da fase de grupos.

tim cahill

Tim Cahill e o respectivo amarelo frente ao Chile

A Austrália, neste confronto, conseguiu encurtar a derrota ao minuto 35, golo de Tim Cahill. O avançado australiano, para além de não se mostrar contente com a derrota, diz estar descontente com o mal-estar criado dentro do campo. O jogador reclama a postura dos jogadores seus adversários, que tiveram atitudes pouco desportivas. Cahill, não disse nomes mas falou da discussão que teve com um jogador chileno na primeira parte do jogo, devido a um lance polémico, em que australiano acaba mesmo por levar cartão amarelo. Lance que Cahill critica a atitude desportiva dos chilenos chamando-os mesmo de “trapaceiros”.

Num momento mais calmo, o número 4 australiano, refere que respeita o Chile e que sem dúvida trará problemas para a Espanha e para a Holanda. Diz estarem desapontados com eles próprios, mas que deram o seu melhor, pressionando no ataque e até chegaram ao golo. Por fim, o avançado diz estar orgulhoso da actuação da sua equipa.

 

It did not differentiate between teachers who left the school buy further information because they were fired or for their own reasons

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *