Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
adeptos croatas

Croácia K.O.

Ontem foi a última paragem da Selecção da Croácia em terras de Vera Cruz, a propósito do Mundial 2014.

Apenas com uma vitória contra a Selecção dos Camarões – em que os croatas ganharam por quatro bolas a uma – a selecção croata perdeu ontem um jogo decisivo contra a Selecção do México, na Arena Pernambuco, por três bolas a uma – com um golo do croata Perisic já mesmo na recta final do jogo – colocando o México nos oitavos de final, pela sexta vez consecutiva.

A Croácia, que se classificaria em caso de vitória, ficou em terceiro lugar no Grupo A – atrás do Brasil e do México – com três pontos. Já a Selecção dos Camarões ficou em último lugar sem quaisquer pontos conquistados.

E ao contrário do que haviam prometido os médios da Croácia, – que afirmaram por diversas vezes estar confiantes quanto ao jogo – Luka Modric e Mandzukic, a Croácia não esteve melhor em campo do que o México – de facto, os médios da Croácia pouco fizeram tendo em conta as grandes estrelas do jogo: Rafa Márquez (eleito o melhor em campo), Guardado e Chicharito Hernández, jogadores mexicanos – todos marcaram golos na segunda parte do jogo.

No entanto, e mesmo perdendo, ainda houve quem não mudasse a sua opinião quanto à qualidade da equipa croata em comparação com a dos mexicanos.

“Não mudo a minha opinião. Acho que temos uma equipa melhor. O México tem uma boa equipa, mas é impossível dizer que é melhor que a nossa. Eles tiveram melhor esta noite, mas não vou mudar o que disse.” – disse Modric.

Quando questionado sobre a Selecção do México – que enfrenta brevemente a Holanda – a grande estrela da equipa croata só desejou o melhor.

“Esperam que possam ir longe. A Holanda é uma grande equipa , mas o México tem mostrado o quanto vale.” – concluiu.

Últimas palavras

Na sua última conferência de imprensa, depois do jogo que mandou a Croácia de volta a casa, o treinador da Croácia, Niko Kovac – que sempre se havia mostrado confiante em passar aos oitavos de final – mudou o tom do discurso e foi humilde ao enaltecer a produtividade dos adversários em campo, que definiu como justa.

“Gostaria de parabenizar os meus adversários pela vitória. Foi um jogo muito bem jogado. Eles mereceram a vitória se tivermos em consideração tudo o que aconteceu durante os 90 minutos. Acho apenas que a vantagem foi grande. Fizemos uma boa primeira parte, controlando o meio campo, mas na segunda parte, e porque precisávamos de ganhar, mudámos, e as coisas não saíram como esperávamos.” – afirmou.

Único jogador a falar com a imprensa depois do jogo, Kovac saiu em defesa dos seus jogadores e elogiou a actuação da equipa frente à Selecção do México, e de uma forma geral,  no Campeonato do Mundo.

“Jogámos um bom futebol, e não conseguir passar hoje é algo que acontece . Eu já tinha dito que o grupo era difícil e que a Selecção do México e do Brasil era as favoritas. A vida continua.” – disse.

Infelizmente o golo de Perisic de pouco valeu à equipa europeia, e com o México apurado para os oitavos de final, a Croácia diz adeus ao Mundial 2014 no Brasil e parte de malas aviadas – tal como já aconteceu com a Inglaterra e a Espanha, por exemplo – de volta a casa.

Yukio iseki of japan proudly https://pro-academic-writers.com/ modeled his traditional black dress robes, handed down from his grandfather

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *