Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Costa Rica Tejeda

De ilustres desconhecidos a talentos com muita procura

O ataque não se fez esperar. No rescaldo da vitória de Los Ticos ao Uruguai, o mundo começou a olhar para a comitiva costarriquenha com outros olhos. Ontem, os jornalistas sul-americanos já queriam saber o que El Explosivo ia fazer, depois do Mundial. Hoje a imprensa anglo-saxónica dá nota do interesse de emblemas da Liga Inglesa em vários internacionais da Costa Rica. Não é fácil mas o selecionador Jorge Luis Pinto confia no profissionalismo dos seus jogadores para blindar o balneário a essas distrações. Haverá tempo para decidir o futuro e as oportunidades melhoram a cada boa prestação feita em campo. Los Ticos tocam a reunir, concentração máxima para enfrentar a Itália.

Assédio ao balneário

Plantel e equipa técnica da Costa Rica já viajaram para Recife, palco do próximo jogo, desta vez frente a um dos crónicos candidatos ao título, a Itália. Há uma semana, Los Ticos eram uns patinhos feios neste Mundial de estrelas. Hoje, os jornais não os largam. E não falam apenas de Joel Campbell e do seu extraordinário pé esquerdo. Supostamente, há clubes de Primeira Liga Inglesa de olhos postos em Tejeda e o Porto está interessado em Navas. É impossível manter estes jovens jogadores imunes a toda a atenção de que são alvos. Mas é essencial que se proteja o balneário para evitar que o que se passa lá fora afete a concentração da equipa. O staff técnico confia na capacidade dos elementos do plantel para perceber a dimensão do que está em jogo. Afinal, essas possibilidades de futuro só surgiram porque eles foram gigantes em campo. É lá que têm que continuar a impressionar. Se o fizerem, as propostas não faltarão.

El Explosivo já abordou o tema com o grupo. “Eles sabem como lidar com isso. Saber manter o equilíbrio emocional para não perder a cabeça com isso. Passa-se o mesmo comigo, não posso estar com a cabeça num clube e dirigir um Mundial ao mesmo tempo.” Luis Gabelo Conejo, antiga glória da baliza costarriquenha, agora treinador de guarda-redes da seleção, sabe bem o que isso é. Uma extraordinária prestação no Itália 90 valeu-lhe um contrato com o Albacete, de Espanha. Mas as coisas mudaram bastante desde o seu tempo. “Agora a maioria tem o seu representante, são eles que de dedicam às negociações. Os jogadores têm que se dedicar ao jogo.”

Fumo com fogo?

No caso de Yeltsin Tejeda, a Sky Sports refere o interesse de Everton e Sunderland. Mas adianta também que o médio defensivo de vinte e dois anos também tem mercado em Espanha e na Bélgica. O guarda-redes Keylor Navas, de vinte e sete anos, é associado ao FC Porto, e diz-se que o Levante, emblema que representa atualmente estaria disposto a negociar. Logo no dia seguinte à vitória do jogo de estreia, Arsène Wenger veio confirmar que Joel Campbell seria chamado a fazer a pré-época com o Arsenal, clube a que pertence. Era o mínimo. Mas enquanto Wenger pondera, parece que Mauricio Pochettino, do Tottenham, não tem dúvidas e está disposto a apostar no talento costarriquenho desde já.

This also probably confirms the fact that this year’s wwdc will be https://trymobilespy.com a software-only affair

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *