Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Abertura do Mundial

Diário do Mundial – Dia 1

O Campeonato do Mundo de Futebol do Brasil iniciou-se hoje, com toda a pompa e circunstância que assim se esperava. Depois de muitos meses de expectativas elevadas, confrontos nas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro, polémicas, orçamentos estoirados e investimentos atrozes, o Mundial lá começou. Neste primeiro dia de competição a bola rolou muito pouco, ainda, mas amanhã a promessa é de que as coisas sejam bem diferentes.

A festa começou no Arena Corinthians com a cerimónia de abertura do Mundial do Brasil. Muita expectativa para ver Jennifer Lopez, Pitbull e Claudia Leitte a entoar a música oficial da prova, não fosse o playback ter dado pouca vida a uma cerimónia até então pouco brilhante. Choveram críticas nas redes sociais, na comunicação social e um pouco por todo lado. Ao que parece, foi a cerimónia de abertura mais curta de sempre de um Campeonato do Mundo de Futebol. Precisamente 25 minutos.

O efeito Claudia Leitte

Jennifer Lopez, Pitbull e Claudia Leitte

Jennifer Lopez, Pitbull e Claudia Leitte

A verdade é que Claudia Leitte ofuscou por completo Jennifer Lopez, quer pela sua beleza natural, quer pelos seus movimentos bem mais elegantes e perfeccionistas. Jennifer Lopez ainda tentou competir num duelo de samba e movimentos de anca, mas a brasileira rapidamente demonstrou que, quem sai aos seus, não degenéra. E assim foi, Claudia Leitte foi dos três a mais participava, a mais efusiva e a mais vibrante no palco da cerimónia de abertura da competição. Destaque ainda para os insultos a Dilma vindos das bancadas do Arena Corinthians, em jeito de protesto pelos investimentos exagerados que o Brasil fez nas infraestruturas do Mundial, os quais caberão aos contribuintes brasileiros pagar, com o seu suor e trabalho diários. A somar a isso, a presidente do Brasil, voltou a meter o pé em ramo verde, ao quebrar uma tradição com mais de trinta anos, não discursando na cerimónia de abertura do Mundial. Depois de ter sido vaiada na abertura da Taça das Confederações, Dilma chegou ao Arena Corinthians de helicóptero e de acordo com a imprensa internacional, foi aconselhada por Joseph Blatter a não discursar na cerimónia de abertura da competição. Está mal!

Depois de uma cerimónia de abertura curta, que se iniciou por volta das 19h15 e terminou em torno das 19h40, a bola finalmente rolou no Arena Corinthians, e o Mundial de Futebol estava finalmente inaugurado. Porque na verdade, o Mundial só começa quando a bola rola. A Selecção da casa, o Brasil, recebeu a Selecção da Croácia, no primeiro e único jogo do dia (leia o resumo da partida aqui).

Pouca bola para tanta expectativa

Neymar

Neymar, o homem golo!

Com as expectativas bem elevadas para um início de competição que prometia e muito, a verdade é que o jogo inaugural desiludiu. O Brasil entrou mal na partida, totalmente dominado por uma Croácia órfã das suas lesões. Com muito medo e pouca entrega, a Canarinha sofreu ao minuto 10″ da partida, um auto-golo infeliz de Marcelo, que colocava a Selecção do Brasil em sentido perante uma Croácia disposta a jogar cara a cara com os homens da casa.

Com pouca entrega e muita falta de pontaria, Neymar lá foi desequilibrando o jogo, e ao minuto 29″ restabeleceu o empate no jogo, num rasgo de génio, com um remate cruzado fora da área sem qualquer hipótese para Pletikosa. Com o intervalo chegaram as ordens do comandante Scolari, e o Brasil entrou melhor no segundo tempo. Ainda assim, a Croácia conseguiu equilibrar a partida e o golo só apareceu ao minuto 71″, fruto de um mergulho de Fred na área. Penálti não era certamente, mas a verdade é que o árbitro Japonês Nishimura apontou para a marca de castigo máximo, e Neymar, voltou a marcar.

Para terminar o jogo e já com a Croácia desprovida da motivação inicial, o Brasil dilatou a vantagem para 3-1 com um golo de Óscar aos 90+1″ de jogo, selando desta forma um resultado positivo e uma exibição paupérrima de um Brasil, de quem se espera muito mais.

Duelo de titãs amanhã

Com um primeiro dia aquém das expectativas, as atenções focam-se agora no duelo de titãs entre Espanha e Holanda, que amanhã, por volta das 20h, se estreiam na competição, numa partida que promete Futebol a sério. A juntar a esse duelo de colossos europeus, estreiam-se também México e Camarões às 17h00, enquanto que Chile e Austrália encerram o dia, com a partida agendada para as 23h00.

Que comece finalmente o Mundial!

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *