Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Irão

Empate que sabe a vitória

Ao décimo terceiro jogo deste Mundial do Brasil 2014, Irão e Nigéria protagonizaram o primeiro empate da competição. Ainda por cima sem golos. Para quem está de fora foi um jogo morno e desinteressante. A equipa africana esperava conseguir mais desta sua partida inaugural. Mas para o Irão foi um grande dia e Carlos Queiroz tem todas as razões para estar satisfeito com o desempenho dos seus jogadores.

Onde não há estrelas, avança o coletivo

No final do encontro na Arena da Baixada, o selecionador português enalteceu o empenho, disciplina e disponibilidade dos seus jogadores para trabalhar em prol da equipa. Afinal, sair de Curitiba com um ponto faz toda a diferença para os dois embates que ainda têm pela frente no Grupo F. Seria bem pior enfrentar a poderosa Argentina com a pressão acrescida de ter que pontuar para manter em prova.

Team Meli é um coletivo sem estrelas, organizado e profundamente consciente das suas limitações. Queiroz preparou a equipa e acredita que podem jogar um futebol competente, a partir da defesa. Os homens que subiram ao relvado em Curitiba cumpriram à risca as indicações dadas, e se houve uma oportunidade de golo flagrante, ela pertenceu aos iranianos. Foi curioso também ver os jogadores mais experientes e esclarecidos – como Ashkan Dejagah ou Javad Nekounam, assumir o seu papel de líderes, dando indicações e a corrigindo o posicionamento dos seus colegas em campo.

O futebol a mudar mentalidades

Team Meli teve o apoio de um adepto muito especial. Num momento de rara informalidade, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, abriu as portas de sua casa a uma equipa de reportagem e foi fotografado em fato de treino, sentado no sofá de sua casa, a assistir ao Irão – Nigéria. No final do encontro ainda endereçou uma mensagem de louvor, via Twitter, dizendo-se muito orgulhoso dos “seus rapazes”, que conquistaram o primeiro dos muitos que pontos que se seguirão. Também o Ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Mohammad Javad Zarif, que se encontra em Viena numa cimeira sobre questões nucleares, arranjou tempo para seguir a partida, juntamente com o seu staff. Testemunhos de uma nova classe política iraniana menos inflexível e o impacto que esta presença do Irão no Brasil está a ter no dia-a-dia do país do médio oriente.

What concerns us is that for all their merits, http://essayclick.net buy essay online these standards are still overlong, redundant, and often confusing

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *