Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Spain x Chile

Espanha favorita perante Chile em vantagem

No último jogo da 2ª jornada do Grupo B do Mundial do Brasil, a actual campeã em título, Espanha, defronta-se com o Chile. Neste grupo figuram ainda as equipas da Holanda e da Austrália que se defrontam também esta tarde, tendo os holandeses possibilidade para, no caso de vencerem, se isolarem na liderança do agrupamento.

Para os espanhóis, este jogo frente ao Chile acarreta tanta importância como a final de 2010 em África do Sul, visto que no caso de um resultado negativo a Espanha arrisca-se mesmo a não ultrapassar esta fase de grupos. Isto acontece porque na primeira jornada da prova, diante da Holanda, Diego Costa e companhia foram goleados por 5-1, enquanto que o Chile cumpriu as suas obrigações e venceu, por 3-1, a Austrália, dividindo por isso a liderança do grupo com os holandeses.

Alexis Sanchéz e Arturo Vidal são os homens "mais" deste Chile.

Alexis Sanchéz e Arturo Vidal são os homens “mais” deste Chile.

Apesar da derrota na 1ª jornada deste Campeonato do Mundo, como campeã em título a Espanha continua, inevitavelmente, a ser considerada favorita para qualquer jogo que dispute, mesmo que as coisa não estejam tão fáceis como se esperaria. Com um peculiar estilo de jogo, o tiki-taka, seria de esperar que os espanhóis não tivessem dificuldades em alcançar uma das fases finais desta prova, mas as coisas não são assim tão simples, e depois da Holanda ter deitado por terra o seu, quase, invencível sistema de jogo, Vicente del Bosque encontra-se agora num grande dilema. Será o tiki-taka viável para este encontro? Ou precisará a Espanha de um novo sistema que privilegie os golos? Apesar do estatuto de favoritos, este é um dilema que deixa os espanhóis em desvantagem perante o coeso e organizado conjunto do Chile.

Por sua vez, os chilenos chegam aqui motivados depois do triunfo por 3-1 frente aos Socceroos que os fez somar 3 pontos, colocando-os assim no topo deste Grupo B. Com o técnico Jorge Sampaoli bem convicto nas qualidades e capacidades do conjunto sob as suas ordens, o Chile não enfrenta quaisquer problemas de confiança. Para além da motivação em altas, existem ainda mais dois factores que deixam o Chile em vantagem para este encontro: a proximidade geográfica entre o Brasil, onde acontece o jogo, e o Chile é muito menor do que a distância que separa a Espanha da América do Sul, pelo que serão muitos mais os adeptos a gritar pelos atletas chilenos do que pelos de Espanha, que têm ainda contra si Diego Costa que atrai inimigos pelo Brasil. Para além disto, o papel Aléxis Sanchéz neste jogo será crucial visto que, jogando no Barcelona (embaixador do tiki-taka), saberá melhor que ninguém como fugir ao domínio do futebol espanhol, contando para isso com a ajuda de Arturo Vidal, atleta da Juventus que se encontra já recuperado a 100% das lesões que o têm afectado, sendo por isso um grande reforço para o meio campo chileno.

Espanha e Chile, La Roja e La Roja, encontram-se então esta quarta-feira, 18 de Junho, no Estádio Maracanã no Rio de Janeiro, num encontro de máxima importância para o conjunto europeu.

However, that’s more helpful recommendations where the similarities end

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *