Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
74871_20140615180819

França e Honduras reclamam de jogo sem hino nacional

Foi durante a noite de ontem, em Portalegre, que a Selecção da França venceu a Selecção das Honduras por três bolas a uma, contudo a estreia das duas Selecções no Mundial 2014 no Brasil não poderia ter começado da pior forma.

A não execução dos hinos nacionais de ambas as equipas – que contribuíram uma quebra ao protocolo – parecem não ter sido bem recebidas pelos jogadores e adeptos dos dois países.

“Para nós, jogadores, foi uma falta de respeito. Somos as duas únicas Selecções que não tiveram o hino nacional” – lamentou o avançado hondurenho Wilson Palacios.

Tal como o colega, também Espinoza, médio, lamentou o sucedido antes do jogo, sendo um pouco mais duro no seu comentário, onde lamentou que, para para aqueles em que o jogo contra a França tivesse sido o seu primeiro jogo de um Mundial, e que sempre tinham desejado ter a oportunidade de cantar o hino nacional juntamente com os restantes colegas de equipa e adeptos presentes, a sua estreia teria ficado certamente aquém das expectativas.

“A tecnologia não funcionou. Nem o hino podemos cantar, e isso é muito emocionante para os jogadores. Muitos estão a disputar um Mundial pela primeira vez. E não cantar o hino num Mundial é sair sem a sensação de que aquela foi a sua estreia. Até no meu bairro em Honduras se canta o hino” – provocou.

Embora menos provocadores, também a Selecção da França se ressentiu com a sua estreia no Mundial do Brasil sem a entoação do hino nacional.

“Foi um problema, pode acontecer, mas foi decepcionante. Porque quando se joga um jogo no Mundial é importante ter o hino nacional. Mas os jogadores e o árbitro não estavam envolvidos nisso.” – afirmou Lloris, guarda-redes da França.

Também o seleccionador francês não deixou de lamentar o sucedido antes da grande estreia.

 ”Não sou responsável pela aparelhagem sonora, mas lamento o ocorrido, porque é muito agradável ouvir os adeptos nas bancadas a cantarem a marselhesa.” – disse Didier Deschamps.

Com a vitória por três a zero, a França lidera assim o Grupo E, com três pontos à frente da Suíça – justamente o seu próximo adversário –  por um golo. Já a Selecção das Honduras termina a primeira fase de grupos mal colocada e terá pela frente um jogo de vida ou morte contra a Selecção do  Equador.

Confirmação da FIFA

Hoje, a FIFA emitiu num comunicado de imprensa que onde confirmou que o motivo da não audição dos hinos das Selecções da França e das Honduras se deveu de facto a uma falha no sistema de som do estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

“A FIFA e o Comité Organizador local do Mundial estão verdadeiramente desolados pelo facto de o sistema de áudio não ter funcionado convenientemente para se escutarem os hinos da França e das Honduras” – explicou, prometendo averiguar as causas e resolver o problema.

 

Mailsum has only recently been released and right https://topspyingapps.com/mspy/ now it’s going for $4

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *