Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
suarez

Honduras: Acreditar sempre!

Acreditar sempre. É baseado neste lema que a Selecção das Honduras ainda sonha com a classificação para os oitavos de final.

No único treino realizado na Arena Amazónia, ontem da parte da tarde, o seleccionador Luís Fernando Suárez, não escondeu que deve fazer mudanças na equipa para o jogo contra a Selecção Suíça – tudo em prol dos primeiros pontos no Campeonato do Mundo, que , caso cheguem – para isso os hondurenhos têm de vencer os suíços com uma diferença de três golos – , e aliados a uma ajudinha do resultado do jogo do Equador contra a França – onde os franceses terão de vencer os equatorianos por dois ou mais golos – podem valer, não o euro milhões, mas algo quase melhor que isso: um lugar nos oitavos de final.

Suárez, inclusive, confirmou que o lateral-esquerdo Izaguirre irá ficar no banco e ser substituído por Juan García.

“Juan é um jogador muito importante para nós, especialmente aquando da nossa classificação para o Mundial. Confio plenamente nele.” – disse o treinador colombiano.

Aos 29 anos e com 92 jogos no currículo,Wilson Palacios, avançado da Selecção das Honduras, é outra das esperanças da selecção –  de lembrar que o jogador, que tinha sido expulso num jogo contra a Selecção da França, acabou por ser castigado pela FIFA e ficou sem jogar.

“Ele é um jogador muito importante para a nossa selecção, e também um dos mais carismáticos. Não há como negar. Só quando podemos acompanhar um jogador como este, é que temos noção da sua importância. Tê-lo de volta é realmente muito importante.” – salientou Suárez.

Palacios é um dos nove jogadores hondurenhos que estiveram presentes no Campeonato do Mundo em 2010, em África, e já nessa altura era considerado uma das grandes promessas da equipa das Honduras.

No jogo contra a Selecção da Suíça, o jogador deverá ter uma função um pouco diferente da habitual, já que irá ser ele o responsável em marcar Mario Martinéz e ajudar a equipa nas oportunidades em que esta tenha de atacar – em colaboração com Espinoza e Garrido, responsáveis por parar as jogadas no meio-campo.

Modificações à parte, o esquema táctico deve ser mantido no 4-4-2.

Desta forma, os 11 titulares que irão jogar contra a Selecção da Suíça serão: Valladares, Beckeles,Victor Bernárdez, Figueroa, Juan Gárcia, Garrido, Wilson Palácios, Espinoza , Martinez, Bengston e Costly.

O jogo das Honduras frente à Suíça tem lugar hoje, na Arena da Amazónia, em Manaus, pelas 16h30 (horário do Brasil).

A equipa está actualmente em último lugar dentro do Grupo E.

Caso não se consiga classificar para os oitavos de final, as Honduras deixam o Mundial 2014 rumo a casa – de lembrar que as Honduras já não participavam num Campeonato do Mundo desde 1982, pelo que a presença da selecção no Brasil é já por si só um feito notável.

 Calor a mais ou salto directo para os oitavos de final?

Se a Selecção das Honduras está em desvantagem no que toca à classificação para os oitavos de final, uma coisa é certa: o clima de Manaus joga a favor da equipe ‘La Bicolor’.

Habituados às altas temperaturas e à humidade, a equipa hondurenha não esconde que as condições atmosféricas lhes serão favoráveis na luta pela vitória contra os jogadores do país do chocolate e dos relógios.

Com jogo marcado para hoje, os hondurenhos estão crente de que as condições meteorológicas poderão servir como trampolim para a vitória e consequentemente a passagem da fase de grupos rumo aos oitavos de final.

“O clima é um dos factores que nos pode ajudar. Mas para cansar o adversário não é necessário fazê-lo correr atrás da bola. É claro que isso exige o dobro e cansa em dobro, mas também existe o factor mental, psicológico. A ideia não é cansar e tentar vencer, mas sim vencer. Esses factores, como o clima, podem dificultar a vida aos suíços, mas se quisermos a classificação precisamos de os derrotar.”– enfatizou o seleccionador.

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *