Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Penalti

Imprensa internacional unânime: "Croácia foi roubada"

Um dia após o jogo de abertura do Mundial 2014 no Brasil, a Imprensa internacional parece ser unânime e as críticas ao resultado final do jogo, especialmente da qualidade da arbitragem, chovem nas manchetes de todo o mundo.

Com início às 17h (horário do Brasil) e estádio completamente cheio, a Selecção da Croácia entrou com o pé direito e inaugurou o marcador ainda durante a primeira parte, com um auto-golo do brasileiro Marcelo, empatando pouco tempo depois com o Brasil. Até aí tudo bem, não fosse uma simulação, já na segunda parte, do jogador brasileiro Fred, na grande área, que conseguiu arrancar do árbitro  japonês Yuichi Nishimura um penalti a favor da equipa Canarinha. Mais uma vez, e repetindo a proeza anterior, Neymar, grande protagonista do encontro, foi certeiro e fez o 2-1 para o Brasil.

Ainda durante a segunda parte, e quase na recta final do jogo, foi a vez de Óscar fazer o 3-1 para o Brasil e cimentar a vitória, levando assim a equipa a um passo mais próximo do título.

Apesar de referirem a boa prestação de Neymar , a Imprensa internacional não deixou de criticar fortemente a marcação do penalti contra a Croácia, e chega mesmo a questionar a credibilidade do árbitro e da equipa de Scolari.

Para o diário croata “Slobodna Dalmacija”, a vitória da Selecção do Brasil aconteceu porque o “árbitro japonês roubou e ajudou o Brasil” a derrotá-los. O “24sata” foi concordante e também afirmou que “Neymar e o árbitro arrasaram com os croatas” e que os jogadores da “camisa aos quadrados foram roubados”. O jornal argentino “Ole”, por exemplo, foi mais longe e ousou mesmo uma provocação: “Começou roubando”.

Alguns dos principais diários europeus também seguiram essa linha. Para o italiano “Gazzeta dello Sport”, o “golo da reviravolta foi um presente do árbitro”. Em Espanha, o “Marca”, de Madrid,  escreveu: “Japonês Nishimura inventou um penalti”. Já o “Mundo Deportivo”, de Barcelona, e o “As”, de Madrid, descreveram também a “ajuda da arbitragem”,  destacando ainda a grande performance do número 1o do Brasil.

“Já era esperado”

Niko Kovac

Niko Kovac desolado

Mesmo assim, ainda houve quem partisse em defesa dos brasileiros e não tenha ficado surpreendido com a vitória da equipa. Exemplo disso foi o “Vecernji List”, que pouco reclamou, destacando que “não houve surpresa” e o Brasil venceu a Croácia, “como já era esperado”. Em França, o “L’Èquipe” destaca essencialmente o grande marcador do jogo: “Neymar já salva o Brasil”.

Roubada ou não, a verdade é que a Croácia conseguiu fazer frente à Selecção do Brasil e teve uma boa prestação dentro de campo, sem nunca desistir da vitória. Infelizmente não pôde contar com o elemento “sorte” e perdeu o jogo, contudo mostrou que não é só no Brasil que se joga bom futebol, e houve alturas onde chegou mesmo a fazer sombra aos brasileiros, que para a maioria dos adeptos, brasileiros ou não, e apesar de terem ganho o jogo, não conseguiram convencer quanto à sua performance em campo, mantendo a dúvida sobre se serão capazes de chegar longe na competição.

O próximo jogo realiza-se hoje no Arena Fonte Nova, pelas 16h (horário do Brasil), com a Selecção da Holanda a jogar com a Selecção Espanhola. Sendo uma sexta -feira 13, esperemos que as Selecções tenham mais sorte que a Croácia.

Penmanship problems hurt quality of student writing, study http://samedaypaper.org suggests,

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *