Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Suica x Equador

Manter a cabeça à tona da água

Apesar da derrota por 2-1 contra a Selecção da Suíça no jogo de estreia do Mundial, no passado domingo, o treinador Reinaldo Rueda avaliou o desempenho da equipa como bom e disse que não fará mudanças nos jogadores.

“Fizemos um bom jogo, não podemos trocar tudo por causa de um golo no último minuto. Não vão haver mudanças na equipa no próximo encontro. Uma coisa é uma derrota de um mau jogo e outra é de uma situação como foi esta contra a Suíça” – ressaltou o treinador.

Contudo o ex treinador da Selecção das Honduras não se deixa iludir e chegou mesmo a afirmar que o adversário é complicado, mas que no entanto, espera um saldo positivo do jogo e empenho dos seus jogadores.

“A derrota com a Suíça foi uma questão de falta de eficácia, coisa que precisamos ter no próximo jogo. No domingo, tivemos oportunidades para fazer 2-0 e não conseguimos. Eles foram mais práticos e marcaram quando tiveram oportunidades. Não há mistério” – avaliou.

Contudo, o primeiro treino da equipa após o jogo, na segunda-feira – que se baseou essencialmente no treino de passes a curtas distâncias e no trabalho dos músculos, já no ginásio – foi fechado para adeptos e imprensa, e no dia seguinte, a comissão técnica decidiu cancelar o jogo amigável contra o Inter sub-23, fazendo apenas treinos tácticos no Centro de Treinos do Hotel Vila Ventura, em Viamão, no Rio Grande do Sul, onde a Selecção está hospedada. A confiança da equipa é de momento uma preocupação para Rueda. No treino desta segunda-feira, os jogadores conversaram cerca de meia hora antes do treino para abordar os erros cometidos contra a Suíça. Levantar a moral do grupo vai ser uma tarefa um pouco complicada, mas necessária caso a equipa queira passar à segunda fase do Campeonato do Mundo.”

“Estamos a recuperar a nossa confiança, mas não é fácil, por tudo o que significa perder um jogo nas circunstâncias que foram aquelas contra a Suíça.” – disse.

Também o guarda-redes, Alexander Domínguez, deu o seu parecer sobre a prestação da equipa no jogo de domingo.

“A equipa ficou um pouco triste com a derrota, mas conversámos e agora estamos tranquilos para o próximo jogo. Analisámos o jogo e vamos corrigir o que errámos contra a Suíça. Acho que isso é o mais importante para o grupo.” – afirmou.

A Selecção do Equador está em terceiro lugar do Grupo E no Mundial. Na sexta-feira, pelas 19h, enfrenta a Selecção das Honduras, na Arena da Baixada, onde a equipa terá de se manter à tona da água caso queira passar a fase de grupos e conquistar finalmente os seus primeiros pontos. Mais tarde os equatorianos enfrentam também a França, no Rio de Janeiro, a dia 25.

Erazo no Flamengo?

O único jogador de origem equatoriana e quarta opção para a defesa do Flamengo – atrás de Wallace, Samir e Chicão – tem como objectivo fazer um bom trabalho no Mundial para poder voltar a ter uma oportunidade no clube carioca.

“A ideia é fazer uma boa participação no Mundial para depois voltar ao Flamengo e recuperar o meu espaço na equipa. Estou tranquilo e a trabalhar bem” – afirmou.

De relembrar que ao ser questionado pela imprensa após enfrentar a Suíça na estreia do Equador no Mundial, Erazo foi um dos que defendeu a equipa , mostrando-se confiante de que ainda seria possível passar a fase de grupos.

“Temos de lembrar o que aconteceu no Mundial de 2010, quando a Espanha também perdeu para a Suíça na estreia. Perderam por uma bola a zero e foram campeões. Então temos de ficar tranquilos, descansar, e pensar no próximo jogo. Temos que acreditar em nós mesmos e nada mais.” – concluiu.

Da mesma opinião partilha o seu colega, Édison Méndez, o jogador mais velho da equipa, e que já participou em dois Mundiais anteriores.

“O melhor agora é ficar tranquilo, colocar a cabeça no lugar e ter a concentração necessária para podermos ganhar o segundo jogo e continuar na disputa pelo Mundial. Temos que treinar bem nestes próximos dias para superarmos o momento duro que passámos” – afirmou.

Teachers have https://order-essay-online.net long enjoyed prestige in finnish society

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *