Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
jlpinto treino

Maradona entrevista técnico da Costa Rica

Jorge Luis Pinto foi ontem estrela do programa de Diego Armando Maradona, que tem acompanhado a atualidade do Mundial. O técnico colombiano da Costa Rica abriu o livro para explicar a preparação da sua equipa, a carreira no Mundial e os seus planos para defrontar a Holanda. Há muita confiança na equipa de Los Ticos e sente-se que vem do conhecimento do seu treinador.

Perante as felicitações de Maradona, Jorge Luís Pinto realçou “a excelente preparação que fizemos, os jogadores assimilaram todos os conceitos técnicos e demonstraram personalidade ao colocá-los em campo durante os jogos”. Para o técnico, no grupo há uma sensação “de satisfação, pelo trabalho feito durante as partidas, que foram todas muito duras”, mas também a ideia de que “queremos seguir em frente e vamos dar muita luta à Holanda”.

Para Maradona, a Costa Rica está a tornar-se na “Holanda latinoamericana”. Jorge Luís Pinto reconhece que “queremos jogar bom futebol”, já que de nada valeria estar num Mundial se fosse para “estar a dar pontapés para a frente”. O objetivo da sua equipa é ter um “comportamento tático equilibrado, com conhecimento defensivo, ofensivo e capacidade para controlar o jogo”. Para o colombiano, o momento mais difícil foi mesmo “ter ficado com apenas dez jogadores com a Grécia”.

As decisões estão tomadas

Uma das principais preocupações da seleção da Costa Rica são as dores no ombro que impediram Keylor Navas de treinar a 100% nos últimos dias. No entanto, Jorge Luís Pinto afirmou que a lesão “não é nada de grave”. Sem poder com Óscar Duarte, castigado, Pinto também se apressou a anunciar o seu substituto, Johhny Acosta. Isto poderá obrigar a uma mudança no plano tático da equipa, visto que Acosta é, sobretudo, um lateral, mas necessária, visto que Roy Miller, a sua primeira opção para central, e que já jogou frente à Inglaterra, também não está nas melhores condições. Mesmo tendo já treinado com os colegas, a fraca exibição do central frente aos ingleses poderá servir de argumento para a sua não inclusão no onze.

Perante a exigência da partida, Jorge Luís Pinto sente-se preparado.

Some people involved in the android community may shudder at the thought of delving into the android code-base with the sole aim of pulling out as much reusable code as possible

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *