Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Bosnia Treino

Messi não é preocupação para Susic

Safet Susic aproveitou uma conferência de imprensa para anunciar que não está a pensar dedicar especial atenção a Lionel Messi, na partida de estreia da Bósnia-Herzegovina neste Mundial. O craque argentino causou um dilema ao técnico bósnio, como este bem reconheceu, mas não será com uma marcação homem-a-homem que a equipa europeia espera parar o jogador do Barcelona.

“Nós temos o jogador indicado para parar Messi, que é o Besic, mas ele está em tão bom momento de forma que penso que seria um desperdício mantê-lo sempre em cima de Messi”, disse Susic. Mas também esclareceu as suas razões. “Messi mantém-se muito tempo fora do encontro, alheando-se um pouco da ação ofensiva da sua equipa, por isso, colocar um homem em marcação especial sobre ele, pode acabar por desequilibrar a nossa equipa. O que iremos fazer é correr o risco de deixar o Messi nos seus espaços e, sempre que a bola chegar a ele, aí sim, termos quem o impeça de chegar a criar perigo”.

Nenhuma lesão grave

O último treino competitivo da equipa bósnia realizou-se na segunda-feira passada, frente à equipa de Sub-21 do Santos, terminando com uma vitória da Bósnia-Herzegovina por 5-1. No entanto, nesse jogo, Safet Susic não utilizou nem Dzeko, nem Pjanic, ambos a contas com ligeiros problemas físicos.

O técnico bósnio aproveitou para frisar, no entanto, que nenhum desses problemas é grave, nem fará com que o melhor onze não possa estar em campo no encontro frente à Argentina. “Deixei quatro jogadores de fora neste encontro, mas no caso do Dzeko, nem se pode falar de lesão, ele está apenas um pouco cansado. De qualquer maneira, toda a gente poderá entrar em jogo no domingo”.

O resultado serviu ainda para realçar o bom momento da equipa bósnia. Safet Susic revelou que o grupo está muito bem disposto e divertido, esperando que esse estado de espírito se possa prolongar durante a competição. Este é a primeira vez que a Bósnia-Herzegovina participa num Mundial desde a sua independência e para cada um destes jogadores trata-se de uma oportunidade de fazer história sob a bandeira do seu país.

Depois de defrontar a Argentina no próximo domingo, a Bósnia disputará com a Nigéria e com o Irão a qualificação para os oitavos-de-final.

Charles mostoller www.essaysreasy.online for education week by benjamin herold printer-friendly email article reprints comments googletag

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *