Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Rússia 1 - 1 Coreia do Sul

O estado russo depois do bloqueio coreano

Há coisas assim. Chatas. Que sabemos que podem acontecer, mas que achamos que nunca irão acontecer. Porque pensamos estar a cima da sua possibilidade. Porque cremos puder suplantá-la. Por acreditarmos ser melhores do que, afinal somos. Ou então só porque sim. Porque calhou. Porque alguém se aplicou mais. Ou, como dizia alguém, foi o destino. Ou o karma.

Não se sabe se foi alguma dessas coisas, mas ninguém esperaria que a selecção russa de Fábio Capello fosse travada da forma que foi pela selecção sul-coreana. A Rússia vinha afirmando ter uma palavra a dizer neste Mundial. Pois bem, por agora ficaram sem palavras.

No jogo de ontem, Terça-feira, 17, o Rússia – Coreia do Sul terminou empatado a 1 golo. E quem foi que ganhou, afinal, 1 ponto?

Fabio Capello já veio dizer, no final do jogo, que se sentiu satisfeito com a actuação da sua equipa, e que o empate conseguido era a melhor prenda de aniversário que lhe poderiam ter oferecido. Então?! Mas o melhor não era terem vencido? É claro que Fabio Capello teve consciência do jogo que realizaram e o empate acabou por ser bom para os russos. Afinal, foi a Rússia que ganhou 1 ponto. Mas, também afirma, poderiam ter ganho o jogo. Mas não aconteceu. E Igor Akinfeev teve um dia mau, tal como Guillermo Ochoa, o guarda-redes mexicano, teve um dia bom, ou melhor, muito bom. Contudo, a sorte ainda lhes sorriu porque Alexander Kerzhakov é um “jogador fantástico, sempre com faro de golo” e foi tentar remediar o prejuízo. E conseguiu. Um empate é melhor de uma derrota e o futuro fica em aberto.

Depois da ausência dos últimos Mundiais, a Rússia afirmava-se com fome de futebol. Já tinha dado mostras ao longo da campanha de apuramento, não se deixando apanhar pela selecção portuguesa, que estava em grande forma, com um grande treinador que conhece a vitória e sabe como ganhar, e com um leque de jogadores que, não sendo muito conhecidos no Mundo, bastante cotados na Rússia que, agora, tem dinheiro para não os deixar sair.

Por isso era espectável que a Rússia quisesse entrar a ganhar neste Mundial do regresso, para afirmar ao que ia.

Rússia 1 - 1 Coreia do Sul

A Rússia enredada na teia sul-coreana

Mas afinal não parece querer ir muito longe. Embora Capello tente disfarçar o jogo até pela réplica sul-coreana, o que se viu foi muito fraquinho para quem tem outras ambições. E basta pensar na Alemanha que venceu Portugal, ou no México e Brasil que se defrontaram ontem para perceber a diferença de jogo que há entre a Selecção da Rússia e algumas das outras selecções que estão neste Mundial. Mas nada está perdido. Nem ganho. Nem decidido. E um jogo mau todos podem ter. Que o diga Portugal.

Mas este Grupo H onde a Rússia está integrada, já nos tinha dado outra decepção do que se esperava de uma grande selecção em todo o esplendor no Campeonato do Mundo, a Bélgica, que acabou por sofrer muito para conseguir levar de vencida a selecção argelina, e, tal como na selecção russa, com a solução a sair do banco.

Na próxima jornada, russos e belgas vão, aliás, encontrar-se. O futuro, da selecção russa, vai escrever-se nesse encontro. Resta saber, como é que os russos estão, depois do bloqueio dos sul-coreanos.

On appeal, a state review officer upheld the hearing officer’s decision essay writers online by http://pro-essay-writer.com that the district must pay tuition costs for the student for 1999-2000

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *