Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Lionel Messi - Argentina

O Mundial de Messi

Tudo a postos para a estreia da Argentina e de Lionel Messi. Vencedor de quatro bolas de ouro consecutivas, o craque argentino faz hoje a sua estreia no Mundial do Brasil, frente à Selecção da Bósnia, naquele que será também o palco da Final da competição, o Estádio Maracanã. Com um registo paupérrimo em Mundiais, Lionel Messi procura finalmente fazer história num Campeonato do Mundo. O astro argentino leva apenas 1 golo marcado em 8 jogos realizados em fases finais de Campeonatos do Mundo, um registo muito aquém das capacidades do outrora Melhor Jogador do Mundo.

Já lhe chamam o “Mundial de Messi” em jeito alusivo à preponderância que o craque argentino poderá ter neste confronto frente aos Bósnios. Pela terceira vez numa fase final de um Mundial, Messi procura finalmente a tão desejada final e acima de tudo, golos. Vindo de uma temporada muito irregular e sem grandes anotações dignas de registo, o astro argentino sentiu na pele a frustração de nada vencer. Perdeu a Final da Taça do Rei para o rival Real Madrid, viu o Atlético de Madrid vencer o campeonato no seu estádio, e cedo foi arredado da luta pela Liga dos Campeões. Também ficou aquém das expectativas no que aos golos marcados diz respeito, e viu o seu rival de sempre, Cristiano Ronaldo, vencer o troféu de melhor marcador da Liga Espanhola e Melhor Marcador da Europa. Uma temporada para esquecer, que apenas poderá ser amenizada com uma presença na Final de 13 de Julho, precisamente no mesmo Maracanã onde Messi se irá estrear hoje, às 23h00, frente à Selecção da Bósnia.

Com presenças no Alemanha 2006 e África do Sul 2010, o craque argentino não foi além de 1 golo marcado em 571 minutos jogados. O único golo de Messi aconteceu precisamente no seu jogo de estreia, nos idos de 2006, com uma vitória por 6-0 sobre a Sérvia. Jovem e muito inexperiente, Lionel Messi é hoje um outro jogador. Um jogador quatro vezes eleito Melhor do Mundo de forma consecutiva, que ganhou 9 títulos no Barcelona e a única coisa que lhe falta num palmarés perfeitamente imaculado, é precisamente um Mundial. Um Mundial que a Argentina não vence há 28 anos.

A Mão de Deus - Maradona

A Mão de Deus

A comparação com Maradona é inevitável, e talvez até seja isso que deixe Lionel Messi perdido quando veste a camisola Albiceleste. É que Maradona foi deus, por um dia, quando em 1986 carregou a Argentina às costas, e com a “mão de deus”, fez um golo histórico frente à Inglaterra nos quartos-de-final da prova, que a Argentina viria a ganhar com uma vitória por 3-2 sobre a Alemanha na Final. E é isso que Lionel Messi procura, para acabar de uma vez com as comparações com Maradona. E foi com Alejandro Sabella ao comando técnico da Argentina que Lionel Messi finalmente se destacou de azul e branco. Em três épocas duplicou o número de golos marcados pela Albiceleste, e foi o grande responsável pela qualificação da Argentina para este Mundial do Brasil.

A Argentina entra em campo às 23h00 frente à Bósnia-Herzegovina, no Estádio Maracanã, o palco onde irá decorrer a final, a 13 de Julho. E é com todos os olhos postos em Lionel Messi, que a Argentina procura uma primeira vitória na prova.

See other stories on education http://essaynara.com assignment helper issues in kentucky and washington

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *