Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
roy hodgson

O pesadelo na cabeça dos ingleses

Estando obrigados a vencer nos próximos dois jogos da fase de qualificação para o Mundial’14 começa a lembrar aos ingleses outras ocasiões semelhantes a esta que terminaram de forma dramática com o afastamento da Selecção Inglesa de Futebol. Após declarações do antigo treinador do Tottenham, que era o principal apontado para substituir Steve Mclaren no comando da equipa nacional inglesa, Harry Redknapp, que questionam a capacidade e qualidade do trabalho de Roy Hodgson, um grande nervosismo paira em torno da equipa com o técnico a ver-se obrigado a mostrar o que vale, caso contrário poderá ver o seu futuro como treinador da equipa nacional de Inglaterra ir por água a baixo, como já aconteceu por 4 vezes.

Conheça então as 4 eliminações surpreendentes da Inglaterra

Mundial 1974

Era na altura Alf Ramsey o treinador da equipa inglesa quando a poucos dias da jornada de qualificação final para o Mundial 1974 o jogador Brian Clough, apoiado por Peter Taylor, emitiram comentários menos bons acerca da Seleção da Polónia que iriam enfrentar em Wembley num jogo que decidiria a presença na fase final da prova que aconteceu na Alemanha. Os jogadores ingleses falaram em especial do guarda redes polaco Jan Tomaszewski que apelidaram de “palhaço”, mas não se ficaram por aqui tendo mesmo acusado toda a equipa da Polónia de ser constituída por “burros”. No entanto, os polacos não se deixaram ficar e foram ao estádio de Wembley na capital inglesa empatar a uma bola, resultado que deixou os ingleses um ponto atrás da Polónia, ficando assim de fora da fase final do campeonato do mundo.

No seguimento disto, Alf Ramsey foi destituído do cargo, sendo acusado por todos os ingleses como o principal culpado do afastamento da equipa nacional do Mundial’74.

Mundial 1978

inglaterra 1977

Desalento dos jogadores ingleses após o afastamento da fase final do Mundial’78

Depois deste desaire Don Revie, que já havia falhado a qualificação para o Europeu 1976, foi afastado do cargo com a Federação Inglesa de Futebol a instaurar-lhe um processo que o afastaria do futebol por 10 anos, no entanto, após recurso do treinador nos tribunais este processo foi removido.Comandada por Don Revie, a equipa de sua majestade realizou uma excelente fase de qualificação, contabilizando apenas uma derrota frente à Itália em Roma. À entrada para a última jornada da fase de qualificação a Inglaterra ocupava a primeira posição do grupo com mais 1 jogo, 3 pontos e a mesma diferença de golos que a Itália. No entanto, nesta última jornada apenas a Itália entraria em cena para defrontar o Luxemburgo. Os ingleses precisavam ou de uma derrota italiana ou de um empate, mas nenhum dos cenários aconteceu, tendo os italianos vencido a partida por 3-o, ultrapassando assim a Inglaterra na tabela classificativa.

Mundial 1994

graham taylor

Expressão de Graham Taylor durante o jogo que terminou com a derrota da Inglaterra perante a Holanda por 2-0.

Novo desaire voltou a acontecer em 1994, desta vez comandada por Graham Taylor a Seleção Inglesa encontrava-se a dois jogos do fim no segundo posto do grupo, um ponto acima da terceira classificada Holanda. No entanto restavam ainda aos ingleses duas deslocações, uma à Holanda e outra a Itália onde iriam defrontar a equipa de San Marino, precisando para se qualificar de conquistar pelo menos um empate frente à equipa dos Países Baixos. No entanto, os ingleses foram derrotados por 2-0 em Roterdão sendo assim ultrapassados por 2 pontos pela Holanda e ficando assim a depender de um mau resultado destes diante da Polónia, o que não se verificou, tendo os holandeses vencido essa partida por 3-1, deixando então impotente a equipa de sua majestade.

Este desaire ditou então o afastamento de Graham Taylor do cargo de técnico da seleção inglesa, ficando mesmo rotulado de “nabo” pela imprensa de Inglaterra.

Euro 2008

À entrada para a última jornada de qualificação a equipa inglesa estava classificada na segunda posição, lugar que lhes dava já acesso à fase final da prova europeia. No entanto restava-lhes ainda um jogo contra a Croácia que se encontrava no primeiro posto do grupo. Na terceira posição, a dois pontos da Inglaterra encontrava-se a Rússia, pelo que os ingleses estavam obrigados a pelo menos empatar frente aos croatas para se manterem na segunda posição do grupo e assim poderem disputar os últimos jogos da prova que aconteceram na Suiça e na Áustria. Para o jogo frente à Croácia Steve Mclaren decidiu deixar o até aí guarda redes titular Paul Robinson no banco para deixar a baliza nas mãos de Scott Carson. Para além de incompreensível esta decisão revelou-se desacertada logo aos 8 minutos de jogo quando o jovem guarda redes deixou escapar um remate aparentemente inofensivo, permitindo o 1-0 para os croatas. Pouco depois, ainda no primeiro tempo a Croácia aumentou a vantagem para 2-0. Os ingleses ainda viriam a empatar no decorrer da segunda parte por Frank Lampard e Peter Crouch, mas um terceiro golo da Croácia à passagem do minuto 77 deitou por água abaixo qualquer esperança que a equipa inglesa ainda tinha em disputar a prova europeia.

Estes acontecimentos ditaram a saída de Steve Mclaren que se tornou no 2º treinador, depois de Ron Davies, a passar pelo comando técnico da equipa de sua majestade sem conquistar qualquer título. Aquando da sua saída do cargo, Mclaren declarou esse dia como o dia mais triste de toda a sua carreira, o que no entanto não apagou da memória dos ingleses a má decisão de chamar Scott Carson a titular num jogo de extrema importância.

Like the nclb model, the proficiency-based system sounds great, but offers little promise of enhancing our children’s great portal prospects for success

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *