Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Okubo Japao

Okubo perde grande oportunidade frente à Grécia

O confronto entre as Selecções do Japão e da Grécia, que teve lugar ontem, na Arena das Dunas, por volta das 16h (horário do Brasil), resultou num empate sem golos marcados, o que veio complicar, e muito, a vida das duas Selecções que continuam a procurar apurar-se para os oitavos de final, e se encontram actualmente nas últimas posições do Grupo C.

Ao contrário do que já havia sido dito pelo treinador da equipa adversária, o português Fernando Santos – que tinha dito em conferência de imprensa que jogava para vencer, mas que achava que nenhuma das equipas estava desesperada e portanto um empate não seria um mau desfecho – , o resultado de empate frente aos gregos parece não ter agradado a equipa nipónica, especialmente a Yoshito Okubo, avançado do Japão, que perdeu uma oportunidade preciosa de fazer golo, aos 23 minutos da segunda parte.

“Desperdicei. Não quero voltar a perder uma oportunidade.” – afirmou, ao lamentar o resultado.

Sobre o jogo, o avançado pediu desculpas aos adeptos da Selecção do Japão e prometeu mais e melhor da equipa no próximo jogo.

“Perdemos uma oportunidade, peço desculpas aos nossos adeptos. No próximo jogo vamos unir-nos e pôr mais energia para tentar vencer.” – concluiu.

Dois jogos depois, desde o início do Mundial 2014 no Brasil, o Japão continua sem vencer nenhum jogo, tendo no entanto ganho o seu primeiro ponto, ontem, ao empatar com a Selecção da Grécia, resultado que continua a dar à a selecção a oportunidade de se classificar para a fase seguinte. Entretanto, foi confirmado que a Selecção da Colômbia, que se encontra no primeiro lugar do Grupo C, com 6 pontos, já se encontra nos oitavos de final – na pior da hipóteses, fica em segundo lugar.

Para seguirem longe na competição e se conseguirem classificar para os oitavos de final, os japoneses terão de vencer os colombianos no último jogo e rezar para que os gregos empatem ou ganhem à Costa do Marfim – actualmente em segundo lugar no Grupo C, com três pontos. A combinação faz com que o segundo lugar seja decidido através dos critérios de desempate, uma vez que a Selecção terminaria com quatro pontos ao lado da Selecção da Costa do Marfim ou da Grécia.

Eiji Kawashima desolado 

A frustração pelo empate contra a Grécia também contaminou Eiji Kawashima.

Autor de duas grandes defesas, o guarda-redes  japonês foi um dos responsáveis por parar os ataques do adversário contra a baliza, responsabilizando a organização defensiva do adversário pela ineficiência dos ataques japoneses.

“Tivemos algumas oportunidades no jogo, mas a defesa adversária estava bem preparada e colocada. O nosso ataque esteve forte, mas em contrapartida a Grécia mostrou-se habilidosa.” – disse.

With this tweak, you can play any video, any video at all, before the ios home screen is finally displayed

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *