Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Selecção de Itália 2014

Os Convocados de Itália

Cesare Prandeli é o seleccionador italiano e teve um grande trabalho para conseguir escolher somente 23 jogadores para o acompanharem até à fase final do Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil.

Itália é, como outros países, como o Brasil e a Argentina, por exemplo, uma fábrica de produzir jogadores excepcionais em grandes quantidades, o que leva a que, muitas vezes, grandes jogadores tenham de ficar de fora ou, como acontece muito com os jogadores brasileiros, levados  jogarem por outras selecções de outros países.

Não tendo sido difícil formar uma selecção que desse garantias de ser uma boa e equilibrada equipa, Cesare Prandeli leva a Selecção de Itália que acha ser a melhor, mas com certeza deve ter ficado um número suficiente de jogadores bons de fora, de maneira que se podia fazer uma segunda selecção.

Mas os 23 eleitos de Itália, são:

Guarda-Redes – Gianluigi Buffon (Juventus), Mattia Perin (Génova), Salvatore Sirigu (PSG);

Defesas – Andrea Barzagli (Juventus), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Ignazio Abate (AC Milan), Mattia de Sciglio (AC Milan), Matteo Darmian (Torino), Gabriel Paletta (Parma);

Médios – Andrea Pirlo (Juventus), Claudio Marchisio (Juventus), Alberto Aquilani (Fiorentina), Antonio Candreva (Lazio), Daniele de Rossi (AS Roma), Marco Parolo (Parma), Thiago Mota (PSG), Marco Verratti (PSG);

Avançados – Alessio Cerci (Torino), Ciro Immobile (Torino), António Cassano (Parma), Lorenzo Insigne (Nápoles) e Mário Balotelli (AC Milan).

Não tendo havido grande surpresas, houve, no entanto, algumas alterações em relação à lista de Prováveis Convocados avançada pelo Mundial Futebol. Senão, vejamos: na baliza houve a troca de Federico Marchetti, da Lazio por Mattia Perin. Na defesa, Cesare Prandeli deixou de fora Federico Balzaretti, da AS Roma, e Andrea Ranocchia, do Inter, mas chamou Mattia de Sciglio, Matteo Darmian e Gabriel Paletta. No meio-campo, o seleccionador não convocou Lorenzo di Silvestri, do Sampdoria, Alessandro Florenzi, do AS Roma, e Emanuele Giaccherini, do Sunderland, para além de ter perdido Riccardo Montolivo, do AC Milan, lesionado, e ter feito transitar Alessio Cerci para o ataque, tendo, por outro lado, chamado Marco Parolo e Marco Verratti. No ataque, o técnico italiano deixou de fora Alessandro Diamanti, do Guangzhou, Osvaldo, da Juventus, Alberto Gilardino, do Genoa, Stephan El Shaarawy, do AC Milan, e Giuseppe Rossi, da Fiorentina, para levar, nos seus lugares, Ciro Immobile e António Cassano, para além de ter ido buscar Alessio Cerci ao meio-campo.

Mário Balotelli

Mário Balotelli é a estrela, dentro e fora dos relvados

É assim com uma grande equipa que Cesare Prandeli se prepara para atacar o Campeonato do Mundo, a começar logo pelo jogo de estreia, dia 14 de Junho, em Manaus, no Arena Amazónia, contra a selecção inglesa, num jogo que promete muita emoção. A selecção italiana está no difícil Grupo D de qualificação, na companhia da Selecção do Uruguai, da Selecção da Costa Rica e da Selecção de Inglaterra.

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *