Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Selecção do Japão

Os Convocados do Japão

Segunda-feira, dia 12 de Maio, início de mais uma semana e mais uma selecção divulga a lista de convocados para o Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil.

Agora foi a vez do Japão. Alberto Zaccheroni, italiano, seleccionador do Japão, divulgou a lista dos 23 jogadores que irá levar consigo ao Mundial, onde irá tentar fazer uma surpresa.

E a lista é a seguinte:

Guarda-Redes – Eiji Kawashima (Standard Liege), Shusaku Nishikawa (Urawa Red Diamonds), Shuichi Gonda (FC Tokyo);

Defesas – Yuto Nagatomo (Inter), Maya Yoshida (Southampton), Yasuyuki Konno (Gamba Osaka), Masahiko Inoha (Jubilo Iwata), Masato Morishige (FC Tokyo), Atsuto Uchida (Schalke 04), Hiroki Sakai (Hannover), Gotoku Sakai (Estugarda);

Médios – Makoto Hasebe (Nuremberga), Hotaru Yamaguchi (Cerezo Osaka), Yasuhito Endo (Gamba Osaka), Toshihiro Aoyama (Sanfrecce Hiroshima), Hiroshi Kiyotake (Nuremberga), Keisuke Honda (AC Milan), Shinji Kagawa (Manchester United);

Avançados – Shinji Okazaki (Mainz), Yuya Osako (1860 Munique), Yoichiro Kakitani (Cerezo Osaka), Yoshito Okubo (Kawasaki Frontale), Manabu Saito (Yokohama Marinos).

Uma lista de 23 convocados quase sem grandes surpresas em relação ao que já tinha sido adiantado nos Prováveis Convocados pelo Mundial Futebol.

Mantêm-se os 3 guarda-redes previstos. Na defesa, o Mundial Futebol acrescentava um jogador a mais para além da convocatória de Alberto

Keisuke Honda

Keisuke Honda, do AC Milan, é a grande estrela nipónica

Zaccheroni. Hideto Takahashi é trinco do FC Tokyo que, afinal, não vai ao Mundial. No meio-campo, o Mundial Futebol volta a colocar um jogador a mais para além do número que Zaccheroni acabaria por convocar. Dos 7 médios convocados pelo seleccionador do Japão, há 2 jogadores que ficaram fora da convocatória, Hajime Hosogai, trinco do Bayer Leverkusen, e Takashi Inui, construtor de jogo do Eintracht de Frankfurt. Por outro lado, surge a surpresa da convocatória de Toshihiro Aoyama, trinco, que joga no Japão. No ataque mantêm-se os 3 avançados previstos, aos quais se junta Yoshito Okubo e Manabu Saito.

Para um treinador italiano, oriundo de um mundo de futebol de contenção, onde a defesa é muito importante e onde os jogos se começam a ganhar, Alberto Zaccheroni faz uma aposta em 5 jogadores de ataque, número a que, a maior parte das selecções não chega nas suas convocatórias.

É de esperar deste Japão de Zaccheroni uma ambição maior do que a mera presença no Campeonato do Mundo. Esta selecção está bem composta por jogadores que jogam nos principais campeonatos da Europa, como o alemão, o italiano e também o inglês, e já estão habituados a competir a alto nível. Espera-se, pelo menos, que consiga atingir a segunda fase do Campeonato.

A Selecção do Japão está no Grupo C, na companhia das selecções da Colômbia, da Grécia e da Costa do Marfim. Um grupo, à partida, bastante equilibrado, onde tudo pode acontecer.

For me a bento replacement would need to meet the following criteria can import and export data in a variety of common file formats, because someday it snap now too will become abandoned or obsolete

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *