Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Selecção do México

Os Convocados do México

O México, que já foi anfitrião de duas fases finais do Campeonato do Mundo, em 1970, torneio ganho pelo Brasil, que venceu a Itália na final por 4 a 1, e em 1986, torneio ganho pela Argentina, que venceu na final a, então, Alemanha Ocidental por 3 a 2, também já apresentou a sua lista de convocados para o Campeonato do Mundo de 2014, que se realiza, pela segunda vez, no Brasil.

Miguel Herrera, o seleccionador do México, fez as suas escolhas e a sua lista dos 23 eleitos que vão na sua companhia até ao Brasil, é a seguinte:

Guarda-Redes – Guillermo Ochoa (Ajaccio), Jesús Corona (Cruz Azul) e Alfredo Talavera (Toluca);

Defesas – Paul Aguilar (América), Rafael Márquez (León), Héctor Moreno (Espanhol), Diego Reyes (FC Porto), Carlos Salcido (Tigres), Miguel Layún (América), Francisco Javier Rodríguez (América) e Andrés Guardado (Bayer Leverkusen);

Médios – Carlos Peña (León), Luis Montes (León), Isaac Brizuela (Toluca), Héctor Herrera (FC Porto), Juan Carlos Medina (América), Marco Fabián (Cruz Azul) e José Juan Vázquez (León);

Avançados – Oribe Peralta (Santos), Giovani dos Santos (Villareal), Javier Hernández (Manchester United), Alan Pulido (Tigres), Raúl Jiménez (América).

E, finalmente, uma convocatória trocou por completo, ou quase, as voltas ao Mundial Futebol.

Miguel Herrera consegue, nesta sua lista de 23 jogadores convocados para o Campeonato do Mundo, uma outra lista, bastante diferente da que o Mundial Futebol tinha apresentado, baseado nos últimos jogos da selecção mexicana.

Chicharito Hernández

Chicharito, jogador do Manchester United, é a grande estrela mexicana

No entanto, começa tudo bem ao manterem-se os mesmos 3 guarda-redes na baliza. Contudo, o descalabro começa logo pela defesa. Miguel Herrera prescindiu de Severo Meza, do Monterrey, Jonny Magallón, do León, e Jorge Torres Nilo e Hugo Ayala, ambos do Tigres. E para substitui-los chamou Paul Aguilar, Miguel Layún, Francisco Javier Rodríguez e Andrés Guardado que o Mundial Futebol tinha previsto para o meio-campo. E no meio-campo, foram deixados de fora Javier Aquino, do Villarreal, Eduardo Zavala, do Monterrey, Ángel Reyna, do Tiburones Rojos de Veracruz, Jesús Molina, do Club America, e Gerardo Torrado, já com 35 anos, e ainda Andrés Guardado que transitou para a defesa na lista de convocados oficial. Para substituir estes jogadores, o seleccionador escolheu Luis Montes, Isaac Brizuela, Juan Carlos Medina, Marco Fabián e José Juan Vázquez. No ataque as convocatórias equipararam-se, tendo havido só uma troca, optando Miguel Herrera por Alan Pulido em vez de Omar Bravo, do Guadalajara, mas já com 34 anos.

De salientar a convocatória de dois jogadores que actuam em Portugal, Diego Reyes e Héctor Herrera, ambos do FC Porto.

Assim, com uma equipa um pouco renovada, prescindindo de alguns jogadores com mais idade, a selecção mexicana sente-se pronta para enfrentar os difíceis adversários do Grupo A, que são a Selecção do Brasil, a Selecção da Croácia e a Selecção dos Camarões. Não é um trabalho fácil, o que aguarda a selecção mexicana em terras brasileiras, mas ela está confiante.

As help writing essay paper some union affiliates back candidates, nea sits tight,

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *