Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Lionel Messi na Selecção Argentina

Os Cromos do Mundial – Lionel Messi

Lionel Andrés Messi nasceu em Rosário, cidade argentina que fica situada entre Buenos Aires e Córdoba, em Junho de 1987.

Desde cedo que começou a dar toques na bola. Mas cedo bem cedo, por volta dos 4 anos de idade, já tratava a bola por tu, levando-a sempre para todo o lado e defrontando crianças mais velhas. A partir de 1995, portanto, já com 8 anos, e até 2000, jogou no Newell’s Old Boys, um dos históricos clubes argentinos, clube, precisamente, da cidade de Rosário. A partir de certa altura, e devido a um problema de crescimento ósseo de Messi, e sendo necessário um tratamento caro, o jogador foi oferecido ao River Plate, mas o Newell’s não o permitiu. O pai parte então para Espanha, onde tinha família, e tenta a sua sorte no Barcelona, que percebe, imediatamente, o diamante que tinha à sua disposição para poder lapidar e contrata logo o pai de Messi como olheiro para forçar o Newell’s a deixar vir o jovem jogador com o pai, para Espanha. No Barcelona, e com a possibilidade de fazer o tratamento necessário, Lionel Messi cresce 30 centímetros em 30 meses. É assim que, a partir de 2000, Lionel Messi ingressa no Barcelona, clube onde ainda hoje está, num dos casamentos mais longos dos últimos anos na história do futebol onde, normalmente, os jogadores tendem a saltitar de clube em clube.

Como Tudo Começou

Tudo começou, então, com uma bola nos pés e uma enorme vontade de a chutar. O Abanderado Grandoli, um pequeno clube nas imediações de casa, ali mesmo, ao virar da esquina, por onde outros familiares já tinham passado, foi por onde o pequeno Lionel começou. Com 4 anos, Lionel já fintava crianças com 7. O seu próprio pai chegou a ser seu treinador nas categorias infantis do Grandoli. Mas sem dinheiro não se fazem milagres, e um dia, sem dinheiro para os ingressos de entrada, não deixaram a família ver um jogo do filho. Acabou-se o Grandoli. Mas continuou a rua, onde Lionel, a exemplo de muitas outras crianças, explanava o seu futebol. E, aos 7 anos, finalmente o clube do coração, o Newell’s Old Boys.

E foi nas camadas jovens que Lionel Messi começou a jogar e a projectar-se como um possível bom jogador. Mas um problema de crescimento,

Lionel Messi no Newell's Old Boys

Messi, criança, em Rosário, com o equipamento do Newell’s Old Boys

implicando um tratamento oneroso, a que o clube de Lionel se escusou, levou o pai a procurar outras soluções. Primeiro surgiu a possibilidade do River Plate mas, na iminência de perder o pequeno mágico, levou o Newell’s a oferecer-se para pagar uma parte do tratamento. O que não chegava, mas que fora o suficiente para inviabilizar a hipótese River Plate. E, de novo, o pai de Lionel Messi se pôs ao caminho, à procura de outra solução.

Rumo a Espanha, porque na Europa tudo é possível. E uma ida ao Barcelona. E, aos 13 anos, e defrontando jovens de 15, Lionel Messi despertou interesses no Barcelona. E logo ali a sua vida mudou o destino. O Barcelona contratou o pai de Lionel como olheiro, para ficar em Espanha e o filho menor ficar com o pai e reduzir a possibilidade de o Newell’s Old Boys colocar problemas com a transferência, além de pagarem o tratamento e a mudança da família da Argentina para Espanha.

Mas o início não foi um mar de rosas. O Newell’s colocou problemas, obrigando o Barcelona a pedir a interferência da FIFA, houve mudanças no tratamento, que acabou por ser muito mais caro, mas no fim, todos podiam sorrir de satisfação. Lionel Messi tinha crescido 30 centímetros em 30 meses.

Na época de 2002-2003, Lionel Messi marcou 37 golos em 30 jogos pela equipa juvenil do Barcelona. Era já conhecido dos jogadores da equipa principal e era disputado pelas selecções juvenis da Argentina e de Espanha.

E como Tudo Continuou

Foi na época de 2003-2004 que Lionel Messi se estreou, com 16 anos, na equipa principal, num jogo amigável contra o Futebol Clube do Porto durante a inauguração do Estádio do Dragão.

E foi sensivelmente um ano depois, já na época de 2004-2005, que Messi jogou o seu primeiro jogo oficial pela equipa principal do Barcelona, num jogo com o Espanyol.

Ainda em 2005, Lionel Messi sagra-se campeão com a selecção da Argentina no Campeonato Mundial de sub-20, onde conquista também o prémio de Melhor Marcador e de Melhor Jogador. Com isto ganhou mais espaço de manobra dentro da equipa do Barcelona e um prolongamento de contracto até 2014.

Na época de 2005-2006, Lionel Messi tornou-se titular da equipa do Barcelona na campanha do bi-campeonato de La Liga e da segunda Liga dos

Lionel Messi no Barcelona

É na época de 2008-09, que Lionel Messi começa a coleccionar títulos

Campeões.

Em 2006-2007, começou a era de Lionel Messi, ao ser finalista do prémio de Melhor Jogador do Mundo da revista France Football. Acabou por perder para o brasileiro Kaká, mas a semente tinha ficado. E no final da época chegou Pepe Guardiola.

Mas é em 2008-2009 que o universo explode. Aqui começa o verdadeiro show de Messi. Ganhou La Liga, a Taça do Rei, a Super Taça Espanhola, a Liga dos Campeões contra o Manchester United de Cristiano Ronaldo, a Super Taça Europeia e a Taça do Mundo de Clubes. Lionel Messi tornou-se a estrela principal do Barcelona. Goleador (acabaria, também, por ser o Melhor Marcador na Liga dos Campeões), Melhor Jogador FIFA, Bola de Ouro da France Football, com uma excelente qualidade técnica, drible deslumbrante e uma grande velocidade. O seu futebol começava a ser mágico. Lionel Messi tinha, então, 22 anos.

Em 2010 foi o primeiro jogador a conquistar o prémio Bola de Ouro da FIFA. Tornou-se o terceiro jogador a vencer o prémio FIFA por 3 vezes (os outros 2 foram Ronaldo e Zidane), mas o primeiro a vencê-lo consecutivamente, conquistando-o por 3 vezes seguidas. Mas ainda em 2010, ano em que os seus golos pulverizam recordes, marca, pela primeira vez, 4 golos num só jogo, na vitória por 4 a 1 frente ao Arsenal, para a Liga dos Campeões, vitória essa que valeria, ao Barcelona, uma vaga nas meias-finais. No final dessa época, Lionel Messi seria considerado o Melhor Jogador de La Liga pela segunda temporada seguida.

E na época de 2010-2011, repetiu-se o que de bom tinha havido na época anterior, ou houve até, melhoria. O Barcelona voltou a ganhar a Super Taça de Espanha, La Liga e a Liga dos Campeões, esta, de novo contra o Manchester United. Lionel Messi marca 53 golos em 55 jogos. Faz 4 hat-tricks. E torna-se o Melhor Marcador do Barcelona numa só temporada.

E por Aí Fora…

Na época de 2011-2012 Lionel Messi tem um brilhante início de temporada. Ganha a Super Taça de Espanha contra o Real Madrid, a Super Taça Europeia contra o Futebol Clube do Porto e o Mundial de Clubes, tendo Messi sido considerado o Homem do Jogo, na Final contra o Santos, para além de ter ganho a Bola de Ouro de Melhor Jogador do Torneio.

Ganhou, também, e pela terceira vez consecutiva, a Bola de Ouro FIFA 2011.

Em Fevereiro de 2012, é capa da revista norte-americana Time, com o título King Leo (com referência ao filme O Rei Leão, mas também ao

Lionel Messi no Barcelona

No Barcelona, Lionel Messi ganhou 4 vezes a Bola de Ouro

diminutivo Leo, de Leonel, como se passou a chamar quando foi para Espanha). Mas num dos texto perguntava-se porque é que sendo um dos melhores jogadores do Mundo, e provavelmente, de todos os tempos, porque é que os argentinos não o amam?

Mas indiferente a essas questões, Lionel Messi continua o seu caminho, sempre em direcção ao futuro e ao sucesso. Em 2012, torna-se o primeiro jogador na Liga dos Campeões a marcar 4 golos num jogo, mais do que uma vez. E no mesmo ano torna-se o primeiro jogador a marcar 5 golos numa só partida da Liga dos Campeões. Passou a ser o Melhor Marcador de sempre do Barcelona, ultrapassando o histórico César Rodriguez. E ainda, superou o recorde de golos marcados num só ano no futebol mundial, considerando, apenas, jogos oficiais pelo clube e selecção.

Porém, e estranhamente, o poder e a beleza do futebol que espalha pelo Barcelona, nunca o mostrou em pleno na selecção argentina, com a qual só brilhou, por uma vez, ao ganhar o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. No entanto, também já pela selecção A Argentina Lionel Messi experimentou um hat-trick. Mas ainda se espera por um brilho e uma vitória que ainda não chegou.

Sendo um dos melhores jogadores de futebol da actualidade, mantém uma grande rivalidade com o outro melhor jogador da actualidade, o português Cristiano Ronaldo, jogador do clube espanhol rival, Real Madrid.

Aos 24 anos, Lionel Messi está no topo do Mundo. E ganha a sua 4ª Bola de Ouro da FIFA.

Hoje, que já tem 27 anos, anda está no topo do Mundo e partilha com CR7 o estrelato.

Vorbereitung die fallbeschleunigung wird nach g 2s/t2 www.ghostwriter-hilfe.com bestimmt, also sind fallweg und fallzeit zu messen

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *