Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
belgica

Resumo: Croácia – Bélgica

Teve inicio esta sexta-feira, 11 de Outubro, pelas 17h em Lisboa o Croácia – Bélgica, jogo a contar para a qualificação para o Mundial’14 com possibilidade para os belgas carimbarem o apuramento directo, precisando para isso apenas de um empate.

1ª Parte

O jogo começou com ambas as equipas expectantes em relação uma à outra e até mesmo ao jogo. Durante estes 45 minutos a partida foi dividida em termos de posse e atitude, à excepção os dois momentos de inspiração de Romelu Lukaku que fizeram a diferença no marcador.

O primeiro, aos 16 minutos, surgiu de uma perda de bola da Croácia a meio campo. Um passe errado interceptado pelo jogador do FC Porto, Steven Defour, que foi majestoso no passe para o avançado do Chelsea emprestado ao Everton que não teve dificuldades em bater Pletikosa. O segundo momento desta primeira parte aconteceu ao minuto 38 quando a Croácia tentava chegar à baliza belga através de um livre que saiu curto e permitiu a possibilidade de contra-ataque a Lukaku que fez uma autêntica maratona desde o seu meio campo até à baliza croata.

Terminou assim uma primeira parte decidida em dois momentos com a Croácia a mostrar muito pouca capacidade de resposta aos golos sofridos, tendo causado apenas uma oportunidade de golo, já em cima do minuto 45 pelo gigante do Bayern, Mario Mandzukic.

2ª Parte

romelu lukaku

Romelu Lukaku, jogador do Chelsea emprestado ao Everton e principal figura deste encontro.

A segunda parte começou com a Croácia à procura de reduzir a desvantagem, no entanto, apesar de ter criado duas oportunidades de golos nos primeiros dois minutos deste tempo, não conseguiram ter sucesso. O jogo continuou dividido e bem aberto, e a Bélgica chegou mesmo a ter oportunidade para fazer o 3-0, no entanto sem sorte na hora da finalização.

Com as saídas de de Bruyne e de Lukaku, aos minutos 64 e 67 por, respectivamente, Mirallas e Chadli, a Bélgica perdeu algum do seu poder de ataque, permitindo então à Croácia tomar conta do jogo. Os croatas, bem cientes dos seus objectivos continuaram a carregar, conseguindo finalmente, à passagem do minuto 82 reduzir a desvantagem para 2-1, golo de autoria de Niko Kranjkar que aproveitou da melhor forma a bola perdida dentro da grande área belga. Daí em diante a partida prosseguiu com a Croácia a estar muito perto do empate por várias ocasiões, no entanto sem sucesso, podendo dar-se assim a Bélgica como a equipa mais feliz ao longo de todo o encontro.

Conclusão

Com esta vitória a Bélgica carimba o primeiro lugar no Grupo A de qualificação para o Mundial do Brasil, ganhando assim a respectiva qualificação directa para a fase final de uma prova internacional, algo que não acontecia desde 2002. Para o lado croata, este resultado afastou qualquer esperança de se apurar directamente para o Mundial, tendo no entanto ainda assegurada a 2ª posição do grupo que lhes dará acesso aos play-offs de qualificação.

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *