Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Bélgica

Selecção da Bélgica

A selecção Belga conta, no seu currículo, com jogos desde o início do século XX, mas rezam as crónicas que, por terem sido utilizados jogadores ingleses na equipa belga, esses jogos não constariam para o seu historial.

Desses jogos consta um, realizado em 1901, com a vizinha Holanda, a quem os belgas, com ajuda inglesa, teria vencido por 8 a 0.

Como partida oficial, já só com jogadores belgas, o primeiro jogo terá sido realizado em 1904, com outros vizinhos, os franceses, e o resultado terá sido um empate a 3 golos. E em 1906, de novo com os vizinhos holandeses, a Bélgica terá ganho por 3 a 2 e terá ganho aí o seu título de Diabos Vermelhos (não confundir com a mais antiga claque da equipa portuguesa, Sport Lisboa e Benfica, nem com a equipa inglesa do Manchester United, cujos jogadores são chamados de Red Devils).

Sem um campeonato de muito destaque, nem com uma selecção de futebol de grandes feitos, a verdade é que a equipa de futebol da Bélgica já esteve por 11 vezes em Mundiais de futebol. E prepara-se, agora, para também estar no Brasil, em 2014.

História da Selecção

A Selecção da Bélgica foi uma das 13 equipas participantes do primeiro Campeonato do Mundo de Futebol que se realizou no Uruguai, em 1930. No entanto, a sua participação na história ficou-se por aí, não tendo conseguido nenhuma vitória nos dois jogos realizados com os Estado Unidos e com o Paraguai.

Voltou a marcar presença em 1934, no Campeonato do Mundo de Itália, mas também aí foi logo eliminada pela selecção alemã por 5 a 2, e depressa regressou a casa. O mesmo aconteceu em 1938, em França, tendo sido eliminada pela equipa da casa por 3 a 1 e, de novo, precocemente, retornou à origem.

Union Royale Belge des Societes de Football Association

A Union Royale Belge des Societes de Football Association foi criada em 1895

Tendo falhado o primeiro Mundial do pós-guerra, no Brasil em 1950, a Bélgica voltaria a marcar presença em 1954, no Campeonato do Mundo da Suíça, mas, como reza a sua história, derrota por 4 a 1 com a Itália e empate a 4 golos com a Inglaterra, voltaram a mandar a selecção belga de volta a casa sem mais para contar.

Depois do Mundial da Suíça, a Bélgica estaria 16 anos afastada dos Mundiais. Retornaria em 1970, no Campeonato do Mundo do México e, mais uma vez, não passando da primeira fase. Contudo, nesse Mundial, a selecção belga conseguiria a sua primeira vitória numa fase final ao vencer a selecção de El Salvador por 3 a 0. No entanto, os outros dois jogos que realizou, resultaram em outras tantas derrotas: por 4 a 1 com a selecção soviética e por 1 a 0 com a selecção da casa.

Voltaria a falhar os Mundiais de 1974, na Alemanha Ocidental e 1978, na Argentina. Voltaria aos Mundiais em 1982, em Espanha e em 1986, no México. Em Espanha conseguiria, pela primeira vez, passar a primeira fase. Depois de vencer a Argentina e El Salvador, ambos por 1 a 0, e de um empate a 1 golo com a Hungria, a selecção belga viria a ser barrada na segunda fase do torneio com duas derrotas, com a União Soviética, por 3 a 0 e com a Polónia, por 1 a 0. No México, faria aquele que, ainda hoje, é o seu melhor Campeonato do Mundo, onde conseguiria alcançar o quarto lugar. Depois de uma fase de grupos em que venceu, por 2 a 1, a selecção do Iraque, em que empatou a 2 bolas com a selecção do Paraguai e que perdeu por 2 a 1 com a selecção do México, a Bélgica venceu a selecção soviética por 4 a 3, após prolongamento, nos oitavos-de-final, e a espanhola por 5 a 4, na marca das grandes penalidades, depois de um prolongamento terminado com um empate a 1 golo, nos quartos-de-final. Nas meias-finais foi derrotada pela Argentina, que viria a ser a campeã do Mundo, por 2 a 0 e voltaria a ser derrotada na atribuição dos terceiro e quarto lugar pela França, por 4 a 2, e, também, após prolongamento.

Bélgica 1 - 2 Argentina 1986

A Bélgica perderia por 2 a 1 com a futura campeã do Mundial de ’86, a Argentina

Em 1990, no Campeonato do Mundo de Itália, voltou a passar a fase de grupos, com vitorias frente à Coreia do Sul, por 2 a 0 e ao Uruguai por 3 a 1, tendo perdido com a Espanha por 2 a 1. Seria depois eliminada nos oitavos-de-final pela Inglaterra por 1 a 0, após prolongamento. A mesma história seria repetida no Mundial seguinte, em 1994, nos Estados Unidos, onde, na fase de grupos, a Bélgica venceu a selecção de Marrocos e da Holanda, por 1 a 0, o mesmo resultado com o qual seria derrotada pela selecção da Arábia Saudita. E, novamente, seria eliminada nos oitavos-de-final, desta vez pela selecção alemã, por 3 a 2.

No Campeonato do Mundo de 1998, em França, a Bélgica sofreria de um caso, senão único, pelo menos não muito normal: seria eliminada na fase de grupos sem ter perdido jogo algum. Três jogos, três empates: 0 a 0 com a Holanda, 1 a 1 com a Coreia do Sul e 2 a 2 com o México. Quando em 2002 a selecção belga foi ao Mundial da Coreia do Sul-Japão, voltou a repetir-se a história de 1990 e 1994. A Bélgica empataria com a Tunísia, por 1 a 1 e com o Japão, por 2 a 2, e venceria a Rússia por 3 a 2, mas seria eliminada, de novo, nos oitavos-de-final, com o Brasil, por 2 a 0. E terminaria aqui o trajecto belga nos Campeonatos do Mundo. Em 2006, na Alemanha e em 2010, na África do Sul, a selecção belga não conseguiria a qualificação mas, finamente, está de regresso para o Mundial de 2014, no Brasil.

Nos Campeonatos Europeus

A história da Bélgica nos Campeonatos Europeus, se bem que não tão numerosa quando nos Campeonatos do Mundo, tem melhores classificações.

Bélgica 1 - 2 Alemanha Ocidental 1980

A Bélgica perderia a final do Europeu de 1980, para a Alemanha Ocidental, por 2 a 1

A selecção belga não conseguiu qualificar-se para os Europeus de 1960, em França, de 1964, em Espanha, de 1968, em Itália e de 1976, na Jugoslávia. Em 1972 foi a anfitriã da fase final do Campeonato da Europa, tendo perdido por 2 a 1 com a Alemanha Ocidental e depois, na atribuição dos terceiro e quarto lugar conseguiu vencer a selecção húngara por 2 a 1, ganhando, assim, um lugar no pódio.

No Campeonato da Europa de 1980, em Itália, conseguiu a sua melhor classificação de sempre, um segundo lugar, depois de, na fase de grupos ter ficado em primeiro lugar, com acesso directo à final, tendo vencido a Espanha, por 2 a 1, e empatado com a Inglaterra, por 1 a 1, e com a Itália, por 0 a 0. Na final encontrou a Alemanha Ocidental e perdeu por 2 a 1. Ficaria com o segundo lugar do torneio, a sua melhor classificação de sempre. E depois… Depois é quase uma caminhada pelo deserto.

Ainda se qualificariam para o Campeonato da Europa de 1984, em França, e ainda ganhariam, por 2 a 0 à selecção jugoslava, mas perderiam por 5 a 0 com a França e 3 a 2 com a Dinamarca e ficariam pela fase de grupos. E em 2000 são, juntamente com a Holanda, os organizadores do torneio, mas mais uma vez ficam pela fase de grupos, não conseguindo melhor que uma vitória à Suécia por 2 a 1, indo perder, depois, com a Itália e a Turquia, os dois jogos por 2 a 0. De resto, nunca mais nenhum Campeonato da Europa viu a selecção belga desde 1988 até hoje.

De qualquer forma, é de referir, ainda, que a selecção belga tem, também, no seu currículo, uma medalha de Ouro e outra de Bronze, nos Jogos Olímpico de, respectivamente, 1920, em Antuérpia, na Bélgica e 1900, em Paris, França.

Treinador

O seleccionador belga é o antigo jogador Marc Wilmots.

Marc Wilmots

Marc Wilmots dirige a melhor selecção belga de sempre

Marc Wilmots, que foi médio do Standard de Liège e do Schalke 04, clube alemão onde terminou a carreira como jogador, e ao serviço do qual ganharia a Liga Europa e a Liga Alemã, e onde começaria a sua carreira de treinador, foi escolhido como treinador assistente da selecção belga em 2009.

Em 2012 seria convidado a assumir o cargo de treinador principal, com o objectivo de conseguir a qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, objectivo que conseguiu da melhor maneira, terminando o Grupo A de apuramento em primeiro lugar, com 8 vitórias em 10 jogos, sem derrotas e com dois únicos empates, em casa, contra a Croácia, a segunda do Grupo, e contra o País de Gales, ambos por 1 a 1.

Não sendo a Bélgica, tradicionalmente, uma equipa muito forte, embora tenha estado, como já se disse, em 11 Mundiais, pelo que tem feito nestes últimos 2 anos, e pela equipa que tem e, especialmente, pelo que Marc Wilmots tem conseguido, espera-se que desta vez os belgas sejam uma selecção mais difícil de ultrapassar, podendo, até, conseguir fazer algum brilharete.

Prováveis Convocados

Guarda-redes – Thibaut Courtois, Simon Mignolet, Koen Casteels;

Defesas – Daniel Van Buyten, Jan Vertonghen, Nicolas Lombaerts, Toby Alderweireld, Sébatien Pocognoli, Laurent Ciman, Guillaume Gillet, Thomas Vermaelen;

Médios – Defour, Fellaini, Axel Witsel, Eden Hazard, Kevin de Bruyne, Nacer Chadli, Moussa Dembélé, Timmy Simons;

Avançados – Lukaku, Dries Mertens, Kevin Mirallas, Zakaria Bakkali.

As Estrelas

Eden Hazard

Numa equipa cheia de estrela, Eden Hazard, do Chelsea, é a maior delas

Esta selecção belga está recheada de grande estrelas, muitas delas em grande palcos da Europa, jogando em equipas como o Bayern de Munique, o Chelsea, Liverpool, Tottenham e Arsenal, o Atlético de Madrid, o Porto ou o Zenith.

Nomes como os de Van Buyten, Defour, Witzel, Fellaini, Bakkali e Lukaku são verdadeiras estrelas, jogadores de referência nos clubes que representam e também nesta, renascida, selecção belga.

Mas a maior delas todas será Eden Hazard, médio criativo do Chelsea. Jogador explosivo, muito forte no um-para-um, é um daqueles jogadores que pode, num momento de génio, virar um resultado. Aos 22 anos assume-se já como a grande esperança numa selecção que tem muitos bons compatriotas capazes de o ajudar a construir, quem sabe, um Campeonato do Mundo de sonho.

Equipamentos

Bélgica A 2014 Bélgica B 2014

The app specifically eschews white noise generation as a bad idea, instead focusing on other sounds that it claims are geared organization toward guiding the brain through its natural sleep rhythms

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *