Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Selecção do Equador

Selecção do Equador

A selecção equatoriana de futebol é, de todas as selecções de futebol sul-americanas que vão estar presentes no Campeonato do Mundo de Futebol no Brasil, em 2014, a que tem o currículo mais pobre.

No entanto, nos últimos anos, a selecção que representa o Equador tem dado grandes saltos de qualidade, que se reflecte, por exemplo, nas suas qualificações para os Mundiais.

Neste Campeonato do Mundo, a selecção equatoriana faz parte do que é considerado, por muitos, o grupo mais fraco da competição, com as selecções suíça, francesa e hondurenha. Se, à partida, não se esperaria grandes coisas da selecção do Equador, o facto de ter caído neste grupo pode ter alterado a expectativa, baixa, que se tinha pelo Equador. A França tem desiludido tudo e todos, e não é de agora. A Suíça, embora tenha uma boa selecção, não é conhecida por ser uma barreira intransponível (em 2010 foram a única selecção a ganhar aos futuros campeões do torneio e,  entanto, não passaram da fase de grupos). As Honduras parece ser uma selecção ao alcance do Equador.

História da Selecção

A Federação Equatoriana de Futebol foi criada em 1925 e, no ano seguinte, tornou-se afiliada da FIFA.

A selecção equatoriana de futebol, gerida pela Federação, não participou nos primeiros Campeonatos do Mundo de Futebol, e depois, nos anos que se lhe seguiram, não foi conseguindo qualificar-se para as fases finais.

Foi em 2002, no Campeonato do Mundo da Coreia do Sul-Japão que o Equador conseguiu a sua primeira qualificação. Calhou no Grupo G, juntamente com o México, a Itália e a Croácia. Não tendo tido uma participação brilhante, também não foi falha de todo. Ficou-se pela fase de grupos, mas conseguiu uma vitória. Ganhou à selecção croata por 2 a 1, tendo, ainda, perdido os outros dois jogos por 2 a 0 com a selecção italiana e 2 a 1 com a selecção mexicana. Ficou em terceiro lugar, juntamente com a selecção croata, embora atrás desta por ter sofrido mais um golo. E ficaram ambas um ponto atrás da selecção italiana, a segunda equipa a qualificar-se para a fase seguinte.

Federación Ecuatoriana de Fútbol

A Federación Ecuatoriana de Fútbol foi criada em 1925

Depois, em 2006, no Campeonato do Mundo da Alemanha, o Equador mostrou que tinha aprendido a matéria no Campeonato anterior e puxou dos apontamentos. Calhou no Grupo A, juntamente com a Alemanha, a Polónia e a Costa Rica. Duas vitórias e uma derrota carimbaram-lhe o passaporte para os oitavos-de-final. Venceu a Polónia por 2 a 0 e a Costa Rica por 3 a 0. No fim perderia com a Alemanha por 3 a 0. Mas estava na fase seguinte. Aí, nos oitavos-de-final, cruzar-se-ia com a Inglaterra e seria derrotada por 1 a 0, golo solitário de David Beckham. Inglaterra que seria eliminada nos quartos-de-final pela selecção portuguesa.

E depois… Depois ficou por aí, mesmo. A selecção equatoriana não conseguiu a qualificação para o Campeonato do Mundo seguinte, em 2010, na África do Sul.

Mas este ano garantiram a sua terceira fase final ao conseguirem o quarto lugar na fase sul-americana de qualificação. Vitória caseiras sobre a Colômbia, por 1 a 0, o Chile, por 3 a 1, o Paraguai, por 4 a 1 e o Uruguai, por 1 a 0. Mais um empate, a 1 golo, com a Argentina. E outro empate, fora, com o Uruguai. Uma caminhada de sucesso que pode repetir-se na fase final do Campeonato do Mundo onde, na fase inicial, o Equador vai medir forças com a Alemanha, a Suíça e as Honduras.

Mas na história da selecção equatoriana consta, também, no seu contexto mais regional, uma Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos, duas Medalhas de Ouro, uma de Prata e duas de Bronze nos Jogos Bolivarianos, quatro Medalhas de Prata nos Jogos Sul-Americanos e, ainda, dois quartos lugares na Copa América.

Treinador

Reinaldo Rueda é o treinador da selecção equatoriana de futebol que vai ao Campeonato do Mundo de 2014. É colombiano de nascimento, embora se tenha naturalizado hondurenho. É o terceiro treinador colombiano no Mundial, depois de Jorge Luis Pinto com a Costa Rica e Luis Fernando Suárez com as Honduras. E só não são quatro porque a selecção colombiana tem um treinador argentino.

Reinaldo Rueda

Depois do sucesso à frente das Honduras, Reinaldo Rueda quer o mesmo à frente do Equador

Rueda é um estudioso do futebol. Nunca foi um grande jogador, tendo jogado, sobretudo, em equipas amadoras e universitárias. Mas como treinador, começou cedo a exercer a sua actividade em clubes importantes da Colômbia. No entanto, o seu sucesso, ou o seu reconhecimento, surgiu quando começou a treinar selecções de futebol, em especial as das camadas mais jovens.

Depois de ter passado pelas várias selecções jovens e a principal da Colômbia, Reinaldo Rueda passou pela selecção das Honduras, entre 2006 e 2010, tendo conseguido levá-la ao Campeonato do Mundo de 2010, na África do Sul, onde só conseguiu um empate e duas derrotas. Mas a sua grande vitória foi o apuramento da selecção hondurenha.

Desde 2010 está à frente da selecção equatoriana. É o grande responsável pelo apuramento do Equador à fase final do Mundial. E aguça-se a curiosidade sobre as possibilidades do Equador num grupo que acaba por estar ao seu alcance.

Prováveis Convocados

Guarda-Redes – Alexander Domínguez, Máximo Banguera;

Defesas – Frickson Erazo, Jorge Guagua, Luis Checa, Oscar Bagüi, Galo Corozo;

Médios – Juan Carlos Paredes, Antonio Valência, Walter Ayoví, Segundo Castillo, Christian Noboa, Jefferson Montero, Enner Valencia, Luis Saritama, Édison Méndez, Fidel Martinez, Alex Bolaños;

Avançados – Felipe Caicedo, Junior Sornoza, Renato Ibarra, Jaime Ayoví.

As Estrelas

Numa equipa feita essencialmente com jogadores a actuarem no campeonato equatoriano, as estrelas serão os emigrantes, os que conseguiram dar o salto, seja para o México ou para a Europa.

Antonio Valência

Antonio Valência, do Manchester United, é a grande referência equatoriana

Os nomes mais importantes, conhecidos e reconhecido serão o médio Christian Noboa, que joga no Dínamo de Moscovo, e os avançados Felipe Caicedo, que passou pelo Sporting, e que actualmente joga no Lokomotiv de Moscovo, e Renato Ibarra, que joga no Vitesse, da Holanda.

Mas a principal estrela cintilante do céu equatoriano é o médio Antonio Valência que joga no Manchester United. Depois de uma boa campanha de juventude em equipas equatorianas, Valência acabou por rumar ao Villarreal de Espanha e aí dar nas vistas pela Europa o que motivou a sua mudança de clube, para o Wigan de Inglaterra. Daí saltou para o Manchester United. Mas teve azar e sofreu uma grave lesão que o afastou dos relvados por seis meses.

Mas Valência acabou por voltar e justificar a aposta feita no seu futebol, veloz, de passe certeiro, muita criatividade e boa capacidade de controle de bola e de drible. É de Antonio Valência que, da parte do Equador, se espera magia no Campeonato do Mundo de 2014.

Os Equipamentos

Equador A 2014 Equador B 2014

Step 3 download the relevant ice cream sandwich rom xperia arc s neo v ray step 4 install android sdk and mobile spy free by http://trymobilespy.com set up adb/fastboot

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *