Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
mundial 2014

Seleções europeias e as contas para o apuramento

A poucos dias da disputa da última jornada (para a maior parte das equipas – jornada dupla) de qualificação para o Mundial’14, seleccionadores, jogadores e dirigentes começam a fazer as contas aos pontos e aos jogos para se classificaram nos primeiros ou segundos lugares do respectivo grupo com vista ao apuramento, directo em primeiro lugar ou o acesso aos play-offs de apuramento que se joga entre os segundos classificados de todos os grupos.

Grupo A

O Grupo A onde os favoritos foram desde o início a Bélgica e a Croácia, esperava-se que a Sérvia tivesse também algo a dizer mas no entanto neste momento os dois primeiros lugares do grupo (que dão acesso à fase final e ao play-off de apuramento, respectivamente) são disputados apenas pelos belgas e pelos croatas. A Bélgica, com uma equipa que é considerada a melhor de sempre daquele país não vacilou a assume o comando do grupo com 22 pontos, mais 5 que a Croácia, e tem já praticamente assegurada a qualificação para a fase final da prova que terá lugar no Brasil, precisando apenas de empatar no próximo jogo frente aos croatas para carimbar o acesso directo à fase final do Mundial’14. Quanto aos croatas, para alcançaram a primeira posição do grupo terão que vencer a Bélgica no próximo dia 11 e esperar que esta equipa empate ou perca dia 15 frente ao último classificado do grupo – País de Gales. Caso este cenário não se verifique, a Croácia tem já assegurado o acesso aos play-offs de qualificação, cujo sorteio acontecerá a 21 de Outubro, visto que se encontra já com uma vantagem de 6 pontos em relação à Sérvia que ocupa o terceiro posto do grupo.

Grupo B

O Grupo B, onde ficaram sorteados os campeões do Mundo de 2006 a Itália, foi como de previsto dominano por estes que garantiram já a qualificação directa para a fase final da prova através do primeiro lugar no grupo a 7 pontos dos segundos classificados Bulgária e a 8 da equipa favorita ao segundo posto a Dinamarca. São então estas duas equipas, apenas com um ponto de diferença (13 Bulgária e 12 Dinamarca), as favoritas ao lugar no play-off de apuramento, tendo no entanto ainda a Republica Checa e a Arménia no seu encalce com 9 pontos cada uma. Os búlgaros são quem tem o trabalho aparentemente mais facilitado, visto que se deslocam dia 11 à Arménia e recebem no dia 15 a Republica Checa. Ainda assim, os dinamarqueses disputam as restantes partidas em casa, sendo no entanto a primeira contra a Itália, o peso pesado do grupo, e a segunda frente à Malta que ocupa o último lugar deste conjunto de equipas. Já a Arménia e a Republica Checa vêm a sua qualificação dependente da perca de pontos da Bulgária e da Dinamarca em ambas as partidas, o que é bastante improvável visto que ambas procuram a todo custo a qualificação para a fase final do Mundial’14.

Grupo C

alemanha

Com a Alemanha em clara vantagem, este grupo ainda não tem o 1º lugar definido. Os alemães encontram-se no primeiro lugar do grupo com 5 pontos de vantagem sobre os segundos classificados – Suécia. Desta forma bastará à equipa de Joachim Low um empate em qualquer uma das partidas, frente à Republica da Irlanda (dia 11) ou à Suécia (dia 15) para garantir o apuramento directo para a fase final do Mundial’14. Já na decisão do 2º lugar, apesar da Suécia partir para esta última dupla jornada com 3 pontos a mais que a Áustria (3ª classificada), a seleção de Ibrahimovic e companhia não poderá vacilar no jogo frente aos austríacos dia 11, sendo obrigada a pelo menos empatar para não ter que pensar em contas alheias para garantir a presença nos play-offs. Caso a Áustria vença este encontro ficará em igualdade de pontos com a Suécia, mas graças à diferença de golos assume a segunda posição do grupo, obrigando assim os suecos a esperar pelo seu mau resultado ante às Ilhas Faroé ou a golear a Alemanha no jogo de dia 15. Já a Republica da Irlanda vai espreitando bem lá de trás o segundo posto do grupo, no entanto sem grandes esperanças, visto que para o alcançarem precisam, para além de vencer os embates frente à Alemanha e ao Cazaquistão, da derrota da Suécia em ambas as partidas que faltam para terminar a fase regular de qualificação.

Grupo D

Grupo da já qualificada Holanda, com 22 pontos, 8 a mais que a detentora do segundo e único lugar ainda em disputa neste grupo Hungria. Esta equipa ocupa com 14 pontos o lugar de acesso aos play-offs, mas tem no seu encalce a Roménia e a Turquia, com 13 pontos cada, à procura do mínimo deslize dos húngaros para ocupar a sua posição. Entre estas três equipas, apesar de a Hungria ter uma ligeira vantagem pontual, serão os romenos a ter a presença nos play-offs mais facilitada visto que defrontam nesta última jornada de qualificação a Estónia e Andorra, penúltima e última classificada do grupo, respectivamente, enquanto que tanto a Turquia como a Hungria defrontarão ainda a Holanda, no caso dos húngaros no dia 11 e dos turcos no dia 15.

Grupo E

Grupo onde a Suiça tem dominado, apresentado-se à entrada para esta última jornada de qualificação com 18 pontos, 5 a mais que a segunda classificada – Islândia, bastará aos suíços empatarem em ambas as partidas para alcançarem a qualificação para a fase final da prova de forma directa. Já na disputa pelo segundo lugar o caso está bem mais dividido. A Islândia, com 13 pontos, é a actual detentora do lugar de acesso aos play-offs, mas tem logo abaixo de si a Eslovénia, a Noruega e a Albânia com 12, 11 e 10 pontos, respectivamente, o que ainda dá possibilidade a qualquer uma das equipas de estarem presentes no play-off de apuramento. Para isso terão que esperar que a Islândia perca pontos no embates frente ao Chipre e à Noruega, estando no entanto ainda obrigadas a vencer os últimos dois jogos que terão de disputar.

Grupo F

Cristiano ronaldo

A Rússia parte no primeiro posto do grupo para esta última dupla jornada de qualificação com mais 1 pontos que a Seleção Nacional Portuguesa, segunda classificada. Tendo ainda pela frente o Luxemburgo e o Azerbaijão, a Rússia não poderá descuidar-se pois isso, caso Portugal vença ambas a partidas frente ao Luxemburgo e a Israel, poderá significar uma descida para o 2º posto do grupo, algo que os russos não pretendem. No caso de Portugal, um empate em qualquer uma das partidas será suficiente para garantir o acesso aos play-offs de qualificação para o qual os israelitas também olham com bons olhos, mas com poucas perspectivas, pois para se qualificarem na segunda posição do grupo dependem da derrota de Portugal frente ao Luxemburgo e são obrigados a vencer a equipa lusa no embate de dia 15 de Outubro.

Grupo G

Neste grupo a Bósnia-Herzegovina e a Grécia assumiram os seus papeis de favoritas e encontram-se no primeiro e segundo lugares do grupo, respectivamente, ambas com 19 pontos, com vantagem para os bósnios que possuem maior diferença de golos. A equipa de Edin Dzeko lutará certamente pela primeira presença numa fase final do campeonato do mundo, precisando para isso de vencer as últimas duas partidas da fase de qualificação e de esperar que a Grécia não goleie, de forma a manterem a vantagem na diferença de golos. Para a Grécia se qualificar directamente para a fase final da prova terá que esperar por um deslize da Bósnia ou terá que golear o Liechenstein ou a Eslováquia de forma a ultrapassar a diferença de golos dos bósnios.

Grupo H

Num grupo ainda com muito por decidir, é neste momento a Inglaterra que se encontra na frente da tabela classificativa com 16 pontos, 1 a mais que Ucrânia e Montenegro e mais 3 que a quarta classificada Polónia. Os ingleses são os que têm o trabalho mais facilitado, dependendo apenas de si mesmos para se qualificarem directamente para a fase final do campeonato do mundo. Já a Ucrânia e Montenegro encontram-se em igualdade pontual, mas com maior diferença de golos para os ucranianos, pelo que os montenegrinos podem atingir por si mesmos os play-offs de apuramento se golearem a Inglaterra ou a Moldávia de forma a superarem a diferença de tentos dos ucranianos. Quanto à Polónia, apesar de ainda ter hipóteses de se qualificar, depende bastante dos maus resultados alheios para conseguir esse feito.

Grupo I

frança vs espanha

O Grupo I onde ficaram sorteados os titãs França e Espanha foi dominado sem surpresa por estas duas super-potências do futebol mundial que se encontram à entrada desta última jornada de qualificação empatadas com 14 pontos cada, com a Espanha a tirar vantagem da diferença de golos para se classificar no primeiro posto do grupo. No entanto a França tem já um jogo a mais que a Espanha, pelo que uma vitória e um empate dos espanhóis serão suficientes para remeter os franceses aos play-offs de qualificação.

Yet much of that spending has been overshadowed by the https://www.essayprofs.com more splashy components of the race to the top

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *