Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Adeptos que aguardavam equipa em Brasilia

Sí, se puede!

Qualquer adepto de uma equipa ou selecção que se preze, acredita piamente que a sua equipa vai vingar ou superar qualquer obstáculo que surja numa competição, pequena, média ou mesmo um mundial, que tem a mediatização que tem para as próprias equipas, selecções e jogadores. E ninguém gosta de ficar de fora desse espectáculo desportivo. Os adeptos do Equador não são excepção, e o amor incondicional que têm pela selecção traz consigo o lema para destronar qualquer equipa que surja pela frente: ” Sí, se puede!” (sim, é possível), o que significa que os seus adeptos acreditam que a selecção equatoriana poderá fazer uma boa campanha no Brasil.

A equipa Equatoriana está hospedada no hotel Brasília Palace e faz os seus treinos e preparação para o jogo com a Suíça no Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, complexo desportivo que em 2013 foi o centro de treinos da seleção Brasileira de futebol e da seleção Japonesa durante a taça das confederações da FIFA. Conta  com um espaço inteiramente à medida de qualquer selecção, tem campo de futebol, pista de atletismo, piscina olímpica, e ainda um ginásio polidesportivo .

Cerca de uma centena de adeptos da selecção do Equador esperavam por uma oportunidade de verem os seus heróis no campo de treinos, mas existem protocolos que não deixam a vontade chegar mais além, isto porque a FIFA não deu autorização para que fosse permitida a entrada a qualquer adepto dentro do centro de treinos. Todavia, os adeptos mostram sempre alegria e ânimo por se sentirem mais perto dos seus ídolos, mas frustrados e desiludidos pela infrutífera tentativa de entrarem dentro do recinto.

Equipa do Equador em Brasília

Equipa do Equador, no treino em Brasília

O presidente da Federação Equatoriana de Futebol, Luis Chiriboga, fez o pedido à FIFA, mas em vão, chegando mesmo a dizer que “mais vale vê-los aqui em festa, que na rua frustrados”. ”Queríamos entrar para ver a seleção, mas não podemos e ficamos aqui (do lado de fora). Ficámos tristes, mas esperamos que domingo dê para ganhar”, disse um jovem presente na festa equatoriana. 

No treino da selecção, pouco deu para ser visto pelos repórteres e jornalistas ali presentes. Foi-lhes concedido apenas quinze minutos para captação de imagens e som. Sempre persistentes, lá conseguiram uma resposta pelo defesa Frickson Erazo, dizendo que a equipa talvez não vá sofrer alterações.

O primeiro jogo do Equador é já este do Domingo, pelas 17h00, no estádio Mané Garrincha, frente à Suíça, naquele que é o primeiro jogo do grupo E.

If the transition candidates are not http://essaysreasy.online well prepared and supported, they will leave the classroom, and the program will be costly and ineffective

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *