Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Islam Slimani

Slimani – Da 5ª Divisão Argelina ao Mundial do Brasil

Islam Slimani, ponta de lança, nasceu a 18 de Junho de 1988 em Ain Bénian na Argélia. Internacional Argelino, actualmente, o seu valor de mercado corresponde a 2 milhões de euros. É jogador do Sporting Clube Portugal desde Agosto de 2013, onde, na época passada, jogou 30 jogos e marcou por 10 vezes.

Começou a sua carreira no WBAB de Ain Bénian, na 5ª divisão Argelina, tendo passado ainda pelo JSM Chéraga, na Argélia durante a época de 2008/2009, fazendo um total de 20 jogos e marcando 18 golos, equipa que jogava na terceira divisão daquele país. A 17 de Maio de 2009, foi jogar para o CR Belouizdad, na primeira divisão da Argélia, transferência que na altura custou ao CR de Belouizdad cerca de 800.000 mil dinares (7.400 euros). Slimani jogou no CR Belouizdad de 2009 até 2012, fazendo um total de 122 jogos e marcando 43 golos. Hoje, é uma referência no ataque da Argélia e nas eliminatórias para o campeonato do Mundo disputou 7 jogos e marcou 5 golos. A sua presença na Selecção Argelina conta agora com 20 presenças e 10 golos marcados.

Islam Slimani

Slimani, atacante de referência da Selecção Argelina.

Slimani, como muitos outros jogadores profissionais, não teve uma vida facilitada. Quando era um miúdo, encontrar uma rede de pesca era um tarefa muito difícil de alcançar, já que Slimani vem de uma família com poses mais limitadas. Ele e seus amigos, como não tinham condições financeiras, sentavam-se em cimas das pedras, perto do porto local e pescavam com garrafas de plástico e cordel. Hoje, é cobiçado pelas melhores ligas da Europa.

“Este será o nosso quarto Mundial. Todos nós temos conhecimento sobre a memorável vitória sobre a Alemanha (Ocidental) em 1982, com nomes como Madjer, Belloumi e Assad na equipa. Todos nós queremos deixar uma marca na história do futebol argelino e seguir o que foi deixado desses ídolos do passado”, destacou o atacante.

As equipas do Grupo H que se acautelem e se preparem, que as Raposas do deserto, estão famintas de vitórias, e de grandes sensações.

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *