Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Tim Cahill cabeça

Tim Cahill, de cabeça para a história

A Seleção Australiana de Futebol acabou o embate diante do Chile, na 1ª jornada do Grupo B deste Mundial 2014, derrotada por 3-1. Ainda assim o golo solitário dos Socceroos, marcado por Tim Cahill à passagem do minuto 35′ valeu ao avançado a entrada para o restrito grupo de jogadores que marcaram em três edições do Campeonato do Mundo.

Foram então 27 os jogadores que, em toda a história, conseguiram esta marca, sendo que dois deles acabaram mesmo por superar os restantes tendo apontado golos em 4 Campeonatos do Mundo, foram eles Pelé e Uwe Seeler. Por entre aqueles que marcaram em três Mundiais, dois deles, à imagem de Cahill, alcançaram o feito já nesta edição: os holandeses Robin Van Persie a Arjen Robben.

Tim Cahill pode agora orgulhar-se de ver o seu nome numa lista onde constam lendas como Diego Maradona, Karl-Heinz Rummenigge, Ronaldo, Michel Platini, David Beckham, Roberto Baggio ou Fernando Hierro. Para além destes, constam ainda nesta lista, para além de Tim Cahill, dois nomes que estão também presentes neste Mundial do Brasil, sendo eles Jurgen Klinsmann, o técnico dos EUA, e ainda Miroslav Klose, atacante alemão que poderá juntar-se a Pelé e Uwe Seeler no grupo de dois atletas a marcar em 4 Campeonatos do Mundo caso consiga fazer a bola entrar numa baliza brasileira.

Com esta cabeçada Cahill é ainda um dos 3 jogadores a marcar nas três últimas edições do Campeonato do Mundo, sendo que os dois restantes são os holandeses Arjen Robben e Robin van Persie, conquista esta que o português Cristiano Ronaldo poderá também alcançar no caso de marcar neste Mundial.

A Austrália, e Tim Cahill, voltam a entrar em cena no próximo dia 18 de Junho quando, no Estádio Beira-Rio em Porto Alegre, se defrontarão com a Holanda, actual líder do Grupo B, onde figuram ainda o Chile a Espanha.

Source catalyst chicago the court essay4today.com monitor, kathleen yannias, also noted komperda’s remarks in court documents filed in early march

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *