Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Espanha vs chile

Tudo ou nada da Espanha ante do Chile

Depois da derrota humilhante por 5-1 frente à Holanda na estreia neste Mundial do Brasil, agora na 2ª jornada da prova os espanhóis estão obrigados a conseguir os três pontos. Últimos classificados no Grupo B atrás da Austrália pela diferença de golos, a Espanha defronta agora os 2º classificados do Chile, sendo que no caso de vitória igualarão os sul-americanos no número de pontos.

Façamos então as contas: com apenas um golo marcado e cinco sofridos, a Espanha apresenta um défice de -4 golos. Este número é inferior ao da Austrália (-2), sendo por isso que ficam remetidos à 4ª e última posição do grupo. Tendo os chilenos vencido os Socceroos por 3-1, possuem um saldo positivo de dois golos, pelo que, para os ultrapassar na tabela os espanhóis teriam que vencer, no mínimo, por 3-0. Tudo isto partindo do pressuposto que a Holanda se mantém implacável diante da Austrália.

Em caso de empate, ou derrota, La Roja europeia ficará realmente em muitos maus lençóis. Ora vejamos: se Espanha empatar ante do Chile, fica automaticamente obrigada, na 3ª e última jornada da fase de grupos, a golear a Austrália por número astronómicos, ficando ainda dependente de uma humilhação chilena ante da Holanda. Em caso de derrota espanhola será mesmo o fim da participação da, ainda campeã em título neste Campeonato do Mundo, visto que o Chile passará a somar 6 pontos que os deixarão, juntamente com a Holanda, isolados nos dois primeiros lugares do grupo.

del bosque

O técnico espanhol a contas com um grande dilema.

Para este encontro decisivo, Vicente del Bosque confirmou já ter em mente duas ou três alterações no onze inicial da equipa. O técnico recusou ser mais específico, acrescentando apenas que qualquer troca, a acontecer, não será com o intuito de castigar ou repreender qualquer atleta pela exibição diante da Holanda, mas sim com o objectivo de conduzir a equipa no regresso às vitórias. Ainda assim, entre os principais candidatos à saída do onze estão: o guarda-redes Iker Casillas, visto que depois das ofertas a Robben não é o elemento mais amado por entre o povo espanhol, ainda para mais com David de Gea e Pepe Reina no banco de suplentes. Para além do guardião, também Xabi Alonso, Xavi Hernandéz ou até mesmo Piqué, mesmo sem culpas directas no resultado acabam por nomes em equação para as entradas de Pedro, Koke ou Javi Martínez.

Já quanto ao estilo de jogo da Espanha, o mundialmente conhecido tiki-taka ao qual alguns jogadores se demonstraram já contra, continuam ainda a haver os seus defensores, como é o caso de Juan Manuel Mata. O médio espanhol do Manchester United defende que o estilo de jogo por eles praticado já os conduziu ao triunfo em dois Campeonatos da Europa e um Campeonato do Mundo, sendo essas razões suficientes para que se insista num sistema de jogo que os faz dominar a bola, o adversário e as partidas, acrescentando ainda que todos os jogadores conhecem bem os erros cometidos frente à Holanda, mas que o adversário agora é o Chile e é com esses que têm que se preocupar.

Pelo lado do Chile existe ainda o bem conhecido de todos os espanhóis, Alexis Sanchéz que é o atleta “mais” da La Roja da América do Sul, tendo ainda, para o lado da Espanha, a agravante de que ao jogar no Barcelona, conhece bem todos os segredos do mítico tiki-taka.

Espanha e Chile encontram-se a 18 de Junho, pelas 20 horas de Lisboa, no Estádio Maracanã no Rio de Janeiro naquele que será o jogo de fecho da jornada 2 do Grupo deste Mundial do Brasil.

On the obvious list, it now connects to the bottom of an ipod rather than its top, measuring the width and thickness of a 30gb fifth-generation model, and also fitting comfortably if not beautifully on the bottom of smaller browse around this website nanos

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *