Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Rússia

Uma Rússia para daqui a quatro anos

O trabalho de Fabio Capello não era exclusivamente para este Campeonato do Mundo.

O trabalho de Fabio Capello era começar a construção de uma equipa que pudesse dar garantias de lutar pelos primeiros lugares no próximo Campeonato do Mundo de 2018 que os russos vão organizar.

Vai daí que, com uma equipa em construção, com alguns veteranos para equilibrar as coisas, os resultados não poderiam ser muito bons, contudo, esperar-se-ia mais do que o que se está a passar. Aliás, um dos objectivos da equipa russa, tal como a portuguesa, era a passagem aos oitavos-de-final. Algo que se vê difícil de atingir. Não impossível. Mas difícil.

Depois de um empate a 1 golo com a Selecção da Coreia do Sul logo na primeira jornada do Grupo H, a Selecção da Rússia viria a perder com a Selecção da Bélgica, por 1 a 0, com o golo belga a ser marcado nos minutos finais do encontro.

Agora, a selecção russa tem pela frente a Selecção da Argélia, que venceu os sul-coreanos e está bem colocada para seguir em frente no Mundial, fazendo companhia aos belgas que seguem com duas vitórias.

Claro que a Rússia depende só dela própria. Basta-lhe uma vitória, e que a Coreia do Sul não derrote a Bélgica com números astronómicos, para continuar em frente neste Mundial. Mas o empate ser-lhe-à fatal. Com o empate, a Argélia será a contemplada com o apuramento.

Mas para isso, esta selecção russa, que tem sido pouco concretizadora (só um golo marcado), tem de aprumar a mira contra uma equipa que provou, nos dois jogos anteriores, que tem bastante facilidade de entrar pela baliza dos adversários.

Fabio Capello

Fabio Capello prepara uma equipa para 2018

Para o médio Victor Faizulin, da selecção russa, e como lhe disse o seleccionador Fabio Capello, “jogamos muito bem e que o futebol é assim mesmo. Eles tiveram uma oportunidade e aproveitaram.” Agora será a vez de ser a Rússia a aproveitar todas as oportunidades e não permitir as fugas finais. É que já contra a Coreia do Sul…

Mas talvez tudo isto que está a acontecer a esta selecção seja, somente, uma grande lição para ser lembrada em 2018, quando os russos tiverem de assumir a responsabilidade da organização e do jogo jogado. Não será por acaso que as grandes estrelas russas não estão a vir para o ocidente e que os clubes russos estão mais compradores de craques, para um campeonato com pouca visibilidade. Claro que também é pela abundância de dinheiro. Mas não só.

The boy marked all three answers and told walker that coal was black indoors, purple https://paper-writer.org/ in the sunshine and gray if it burns

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *