Última Hora

• Nenhum artigo encontrado
Edison

Virar a página

Parece que o treinador da Selecção do Equador leva mesmo à letra o ditado popular “O segredo é a alma do negócio”.  Reinaldo Rueda escondeu mais um treino da Selecção ontem à tarde, no Hotel Vila Ventura, em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, onde a Selecção está hospedada. É o terceiro treino que o treinador opta por realizar fechado a “sete chaves” no Rio Grande do Sul para que os jogadores se mantenham concentrados no que realmente interessa, porém sabe-se que o treino se concentrou essencialmente em treinar coisas especificas, como passes rápidos em espaços pequenos. Até ao presente, cerca de metade dos treinos foram fechados tanto para imprensa quanto para o público.

Derrotado pela Selecção da Suíça na sua estreia no Mundial no Brasil, o Equador precisa urgentemente de começar a ganhar pontos dentro do Grupo E – onde está actualmente em terceira posição – isto caso queira continuar e ir longe na maior competição de futebol do mundo. Posto isto, os equatorianos terão oportunidade já amanhã de colocar em prática o que aprenderam do jogo contra a Suíça – jogam contra a Selecção das Honduras às 19h, na Arena Baixada, em Curitiba.

Para além de treinos a porta fechada, o Equador cancelou ainda um jogo de treino que iria realizar com a equipa do Inter sub-23, onde foi alegado a “fadiga muscular” dos jogadores. O treinador também não fez comentários sobre quais os jogadores que irão defrontar  as Honduras, no entanto afirmou que não deveria alterar o modelo de equipa que participou no primeiro jogo.

Adversidades à parte, foi a vez do Presidente da Federação Equatoriana de Futebol, Luis Chiriboga Acosta, visitar a equipa no Brasil, e conforta-la, dizendo que é preciso seguir em frente e que ainda acredita na classificação para a próxima fase, mesmo que a equipa tenha de enfrentar a França.

“Temos de virar a página. O que se passou no jogo com a Suíça foi algo inesperado, terrível. É uma grande tristeza. O momento de lamentações passou e devemos entrar em campo decididos a ganhar às Honduras. (…) Perdemos uma batalha, mas a guerra continua. (…)Por isso peço aos adeptos equatorianos que continuem a dar apoio à Selecção. Temos que estar todos unidos, agora mais do que nunca. Se há coisas para corrigir na equipa, temos um treinador que está aí para isso.” – disse o Presidente.

Preocupações com o clima

EquadorDepois da estreia no ambiente seco de Brasília – onde jogou contra os suíços –  o Equador vai jogar contra os hondurenhos em Curitiba, onde o clima é mais ameno, de onde seguirá para o seu último jogo, frente à França, no Rio de Janeiro, onde o clima é bem quente.

Preocupados com as mudanças climáticas, os membros do departamento médico planearam um tratamento especial para os atletas, onde a hidratação é o centro de foco, e onde os médicos vão tentar diminuir os efeitos que as mudanças de um clima para outro possam ter nos jogadores.

“Estamos a trabalhar na questão da adaptação aos diferentes tipos de clima no Brasil e acredito que todos os jogadores estão prontos para suportar as diferenças de uns e outros. Os atletas vão tomar vitamina C e terão de ingerir grandes quantidades de líquidos.” – explicou Patrício Maldonado, director médico da Selecção do Equador.

Ainda sobre a condição física da equipa, Patrício afirma que apenas o médio Édison Mendez, suplente na equipa, não está preparado para o jogo contra as Honduras, e uma vez que sentiu dores musculares, será poupado.

“É o único que não está preparado para o jogo por causa de problemas musculares, mas que não são graves. Vamos tentar deixa-lo pronto para o jogo contra a França.” – disse.

A Selecção do Equador viajou ontem para Curitiba e fará o reconhecimento de campo da Arena da Baixada à noite, onde amanhã encara as Honduras pelas 19h. Depois do jogo contra as Honduras, os equatorianos irão ainda defrontar a Selecção da França, dia 25, no Rio de Janeiro.

Apple’s newly announced macbook pros are great-looking machines, but there is one thing that is missing the glowing apple logo on the back

Outros Artigos Recomendados

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *